Esportes

TJD abre inquérito para investigar suposto suborno a árbitros

Tribunal desportivo coloca o zagueiro Walter como denunciante.




O presidente do Tribunal de Justiça Desportiva da Paraíba, Lionaldo Santos Silva, determinou nesta quarta-feira a imediata instauração de um inquérito desportivo para apurar um suposto esquema de corrupção envolvendo o futebol paraibano. A suspeita é que árbitros de futebol local seriam subornados para beneficiar o Botafogo-PB.

Segundo a decisão, que atende uma solicitação da Procuradoria Geral do TJD, são consideradas partes do inquérito o zagueiro Walter Januário de Paula Júnior (que jogou no Belo em 2015 e atualmente está no Rio Claro) como denunciante; além do Botafogo-PB, de Breno Morais (dirigente botafoguense) e do árbitro João Bosco Sátiro como investigados.

O inquérito foi aberto como consequência de um áudio atribuído ao zagueiro Walter em que se descreve como aconteceria o esquema de corrupção. O jogador, em outro áudio, até já negou que seja a voz dele que aparece fazendo a denúncia, mas isto não parece ter convencido os auditores do Tribunal.

Leia mais no Globoesporte.com/pb