Esportes


Treze se revolta com gol mal anulado e exige respeito ao campeonato

Galo ficou no empate com o Internacional, por 1 a 1.  




Reprodução/TV Cabo Branco
Reprodução/TV Cabo Branco

O Treze ainda não engoliu o empate desta quinta-feira contra o Internacional-PB, por 1 a 1, pela 12ª rodada do Campeonato Paraibano. O principal alvo de críticas dos trezeanos é com relação a um gol de Marcelinho Paraíba que foi anulado pelo árbitro Antônio Umbelino. Ao término do jogo, os jogadores e o técnico Celso Teixeira reclamaram muito da decisão, e nesta sexta-feira a diretoria do Galo emitiu uma nota exigindo “respeito” ao clube e ao campeonato como um todo.

A reportagem analisou as imagens. E a conclusão é que na hora do passe de Roger Gaúcho, quem está em posição de impedimento é o lateral-esquerdo Laerte, que a princípio não participa da jogada. Marcelinho, por sua vez, está fora da área, enquanto dois jogadores colorados dentro da área dão condições legais para o jogador dominar a bola e abrir o placar – a linha de cal que delimita a grande área ajuda a comprovar a legalidade do lance.

Leia mais no Globoesporte.com/pb