Esportes

Reunião na CBF define mudanças na Copa do Nordeste

Em 2018 serão apenas 16 agremiações participando da competição, quatro a menos do que neste ano.




Alexandre Lagos/GloboEsporte.com
Alexandre Lagos/GloboEsporte.com
Mudanças feitas é para garantir a participação dos grandes times da Paraíba

Os clubes já sinalizavam desde o ano passado. Mas as entidades organizadoras tinham receio de fazer alterações no modo de disputa da Copa do Nordeste. No entanto, baixos públicos fizeram com que a situação fosse repensada para que clubes grandes do Nordeste diminuíssem o risco de ficar fora do torneio, mas que a competição seguisse democrática para todos os times nordestinos. Com isso, a principal mudança já acontece em 2018: serão apenas 16 agremiações em disputa - quatro a menos do que neste ano.

 
Após reunião realizada na sede da Confederação Brasileira de Futebol (CBF), todas as mudanças ficaram já definidas. Para a próxima temporada, o principal campeonato regional do Brasil terá 16 clubes. A definição deles será feita da seguinte maneira: os nove campeões estaduais e os três vice-campeões das federações melhor ranqueadas na CBF (Bahia, Pernambuco e Ceará, no momento) já se classificam diretamente. Além deles, outros quatro times virão de uma espécie de pré-Nordestão, que será disputado em jogos mata-mata.
 
Continue lendo no GloboEsporte.com/PB