Esportes


Foiani não resiste ao começo ruim e é demitido do Campinense

"Não deixei o Campinense, não; me tiraram de lá", resumiu o técnico. 




Paulo Foiani não é mais técnico do Campinense. Após três jogos seguidos sem vitória, o treinador não resistiu ao início ruim no Campeonato Paraibano e foi demitido na manhã desta quinta-feira. Logo após a demissão, Foiani já falou como ex-treinador da Raposa, deixou claro que não pediu para sair, pediu desculpas pelo trabalho abaixo da expectativa e desejou sorte ao clube e ao seu substituto, que ainda não foi anunciado.

 
Os maus resultados nas quatro primeiras rodadas do estadual - dois empates, uma derrota e apenas uma vitória - e a incômoda sexta colocação na tabela de classificação contribuíram para a demissão de Foiani. O agora ex-técnico do Campinense foi taxativo ao mencionar a sua saída do clube.
 
- Não deixei o Campinense, não; me tiraram de lá - resumiu Foiani, sem, no entanto, dar detalhes sobre como se deu a sua demissão.
 
Continue lendo no GloboEsporte.com/pb.