Esportes

Árbitros relatam falta de estrutura em estádios

Problemas na estrutura foram relatados pelos árbritros nas súmulas dos jogos.




O Campeonato Paraibano é de 2017, mas os problemas de estrutura nos estádios que os árbitros têm relatado nas súmulas são os mesmos de sempre. Desta vez, as praças esportivas com problemas, segundo os árbitros, foram o Perpetão, em Cajazeiras, e o Tomazão, em João Pessoa. Os locais receberam os jogos da segunda rodada da competição na quarta-feira (11) e João Bosco Sátiro e Antônio Umbelino não pouparam críticas aos estádios.

 
O Perpetão recebeu o confronto entre Atlético de Cajazeiras e Botafogo-PB na última quarta-feira. O árbitro Antônio Umbelino relatou na súmula do confronto que o local não tinha a iluminação adequada. Conforme escreveu, “a iluminação do campo de jogo não atende às condições ideais para a boa visualização, com vários pontos de baixa iluminação”.
 
Além disso, Antônio Umbelino reclamou também da marcação do campo. O árbitro afirmou que “quando da inspeção no campo de jogo, foi visto que este não estava com suas marcações visíveis, sendo solicitado a sua remarcação" e mesmo "tendo suas linhas remarcadas, ainda não ficou nas condições ideais para um jogo”. 
 
Antônio Umbelino aproveitou para relatar ainda a confusão que aconteceu durante a partida entre os jogadores reservas do Botafogo-PB e do Atlético-PB. Ele falou também sobre o fato de a torcida do Trovão Azul ter arremessado objetos para o campo, com intenção de atingir os atletas adversários.
 
Continue lendo no GloboEsporte.com/PB