Esportes

Kashima entra com ação contra o Fla e pede exclusão do time do Paraibano

Presidente Marcos Lima afirma que o Rubro-Negro entrou com jogadoras irregulares.




Lucas Barros/GloboEsporte.com
 Lucas Barros/GloboEsporte.com
Marcos pede a exclusão do rival da competição alegando que há desrespeito

Uma nova confusão em torno do Campeonato Paraibano de Futebol Feminino. A competição que já teve interferências da justiça - desportiva e comum - na temporada passada, agora, na temporada de 2016, é alvo de uma ação judicial do Kashima, que entrou com uma ação no Tribunal de Justiça Desportiva da Paraíba (TJD-PB) contra o Flamengo Paraibano. O presidente do clube aurinegro, Marcos Lima, denunciou o Rubro-Negro sob a acusação de ter escalado pelo menos duas jogadoras irregulares na estreia do campeonato, contra o Botafogo-PB, no dia 20 de novembro.

Marcos pede a exclusão do rival da competição alegando que há desrespeito por parte do Fla do Artigo 7 do Regulamento Específico da Competição e o Artigo 214 do Código Brasileiro de Justiça Desportiva - ambos falam de regularização de jogadores. A ação, inclusive, já está nmas mãos do presidente do TJD da Paraíba, Lionaldo Santos.

Leia a matéria completa no GloboEsporte.com/pb.