Esportes

'Minha alma chora', diz Hulk sobre a tragédia da Chapecoense

Jogando na China, paraibano se manifestou pelas redes sociais.



Reprodução
Reprodução

Mesmo morando na China, do outro lado do mundo, o atacante paraibano Hulk não ficou passivo à queda do avião da Chapecoense e utilizou seu perfil em uma rede social para lamentar a tragédia. O acidente, que matou mais de 70 pessoas, entre jogadores, jornalistas, dirigentes do clube e comissários da empresa aérea aconteceu no início da madrugada desta terça-feira na região de Antióquia, na Colômbia. A Chape iria enfrentar o Atlético Nacional, em Medelín, pela primeira partida da final da Copa Sul-Americana. 

No seu post, o atacante paraibano pediu que seus fãs e amigos orassem pelas vítimas do acidente e também pelas famílias dos que morreram no acidente. Hulk se declarou triste com a tragédia e afirmou que sua alma chorava

“Oramos pelas vítimas e por todos os familiares. Dia triste. Notícia triste. #minhaalmachora, #forçachapecoense, #forçafamiliadasvitimas”, escreveu Hulk. 

De acordo com as autoridades locais, apenas seis pessoas estão confirmadas entre os sobreviventes, mas as informações ainda são desencontradas.

A equipe de Chapecó, Santa Catarina, ia fazer a partida de ida da final da Copa Sul-Americana, no que seria a primeira decisão internacional de sua história. O jogo seria nesta quarta-feira.