Esportes

Breno Morais quer a permanência de Warley para 2017

Vice-presidente garante que W9 vai permanecer na Maravilha para o próximo ano. 



Warley vai continuar no Botafogo-PB para 2017. A afirmação é do vice-presidente Breno Morais, que revelou já ter conversado com o atacante e definido a permanência do ídolo da torcida alvinegra para mais uma temporada. O dirigente só não adiantou em qual função ele será aproveitado, alegando que essa é uma decisão do próprio Warley.

"Só falta o Warley decidir como quer continuar: se como jogador, auxiliar técnico ou dirigente. Mas ele vai ficar conosco por pelo menos mais uma temporada", frisou Breno. Na verdade, Warley ainda não está convicto da aposentadoria. Pode passar mais seis meses como jogador para concretizar o sonho de se despedir com um título - teria o Campeonato Paraibano e a Copa do Nordeste para disputar com a camisa botafoguense. 
 
Caso pare mesmo, Warley já revelou a amigos mais próximos a intenção de virar técnico no futuro. E para isso, o primeiro passo seria participar da comissão técnica de Itamar Schülle, que também vê essa possibilidade com bons olhos. Isso porque Warley é considerado um dos líderes do elenco e conhece como poucos a realidade do Botafogo-PB.
 
A outra possibilidade, esta mais remota, seria ocupar o cargo de diretor executivo, vago desde a saída de Giovane Martineli. Mas, a princípio, o Botafogo-PB não pretende ocupar essa função. Mais quatro jogadores perto da renovação Aos poucos o Botafogo-PB vai mantendo a base que disputou a Série C. Depois de renovar com a comissão técnica, chefiada por Itamar Schülle, e com três jogadores - o lateral Gustavo, o zagueiro Plínio e o meia Marcinho - a diretoria confirmou que outros quatro estão perto de assinar contrato: os goleiro Michel Alves e João Manoel, além dos volantes João Paulo e Henik. Todos eles já receberam propostas e deixaram claro a intenção de permanecer na Maravilha.
 
"Ficou tudo acertado, mas ainda não assinamos os contratos. Não porque ainda há algo para se negociar, mas porque tive que viajar a negócios. Então, acredito que até terça-feira vamos resolver tudo isso", afirmou o vice-presidente Breno Morais.