Esportes

STJD arquiva ações de América-RN e Remo e mantém o Belo na Série C

Decisão chega a três dias do jogo decisivo do clube pessoense contra o Boa, dando mais tranquilidade ao time.



Divulgação
Divulgação
Decisão foi feita a três dias de jogo que pode levar o clube pessoense a segunda divisão.

Uma boa notícia para o Botafogo-PB às vésperas do jogo decisivo contra o Boa Esporte, pelo mata-mata do acesso do Campeonato Brasileiro da Série C. Nesta quinta-feira, a três dias do confronto, a Procuradoria da Justiça Desportiva do STJD decidiu arquivar as Notícias de Infração tanto de Remo como de América-RN contra a equipe do Belo. Os clubes paraense e potiguar pediam a perda de 18 pontos do time paraibano por suposta escalação irregular do volante Sapé durante as disputas da Série C. 

 
Após analisar o pedido dos clubes na e as defesas de CSP, Botafogo-PB e Diretoria de Registros e Transferências da CBF, a Procuradoria concluiu que o atleta Sapé estava devidamente inscrito e com condição de jogo, não havendo, portanto, nenhuma irregularidade.
 
Na Notícia, Remo e América alegavam que o “contrato originário” de Sapé com o CSP estava irregular, o que automaticamente tornava nulo o contrato de empréstimo do jogador do Tigre para o Botafogo. 
Sapé possui contrato com o CSP datado de 11 de junho de 2013 a 31 de dezembro de 2017. O jogador foi emprestado ao Botafogo e o contrato iniciado em 30 de maio. A publicação de seu nome no BID da CBF ocorreu no dia 1º de junho do mesmo ano.
 
Leia mais sobre esta decisão no GloboEsporte.com