Esportes

Jogos Escolares da Juventude terminam nesta quinta-feira

Evento organizado pelo COB teve a participação de quase 4 mil atletas.



Os Jogos Olímpicos e Paralímpicos Rio 2016 foram um sucesso absoluto. O público lotou o Parque Olímpico e as demais arenas diariamente, gerando imagens que encantaram o mundo. Para o Brasil, além do legado físico, permanece uma geração inteira de jovens em contato com os exemplos de superação proporcionados pelo esporte. Foi o que se viu nos Jogos Escolares da Juventude, realizados em João Pessoa desde o último dia 21 e que se encerram nesta quinta-feira (29). Durante nove dias, quase quatro mil jovens atletas com idades entre 12 e 14 anos mostraram durante o evento organizado pelo Comitê Olímpico do Brasil (COB) que estão dispostos a levar os valores olímpicos de "Respeito, Amizade e Excelência" para suas vidas enquanto sonham em entrar para a elite do esporte do país. 

 
Nesta quinta-feira, estão sendo realizadas as disputas de medalhas nas modalidades coletivas, todas em três divisões, no masculino e no feminino: basquete, futsal, handebol e vôlei. Outras nove modalidades individuais fazem parte do programa dos Jogos Escolares e se encerraram no último domingo (25) - atletismo, badminton, ciclismo, ginástica rítmica, judô, lutas, natação, tênis de mesa e xadrez.  
 
- Vivemos um momento importante pós-Jogos Olímpicos Rio 2016, que sem dúvida deram mais oportunidades e motivaram as crianças a estarem mais próximas ao esporte. São mais crianças procurando praticar esporte na escola e se qualificando para participar dos Jogos Escolares. Isso já teve uma repercussão imediata notada aqui em João Pessoa - disse o gerente geral de Juventude e Infraestrutura do COB e diretor geral dos Jogos Escolares da Juventude, Edgar Hubner.
 
- Em João Pessoa, vimos talentos começarem a despontar no cenário esportivo nacional, mas o mais importante é dar oportunidade para um número cada vez maior de jovens se inserirem socialmente através do esporte - completou. 
 
Um exemplo concreto da capacidade de identificação de talentos do evento são os 52 atletas com passagem pelos Jogos Escolares que estiveram entre os 465 atletas do Time Brasil na Rio 2016. Para incentivar a revelação de valores, o COB e as Confederações Brasileiras Olímpicas montaram uma verdadeira rede de detecção de talentos através dos Jogos Escolares. As entidades enviam olheiros para os Jogos com o objetivo de detectar os talentos e levá-los aos seus programas. 
 
Continue lendo no GloboEsporte.com/pb