Esportes

Situação e oposição travam disputa acirrada para o CD do Treze

Duas chapas devem disputar a eleição marcada para o dia 5 de outubro.  



Nas últimas semanas, o clima de tensão tem aumentado no Estádio Presidente Vargas. Com a proximidade das eleições do Conselho Deliberativo, marcadas para o dia 5 de outubro, os grupos de situação e oposição do Treze têm ganhado e perdido adesões importantes e travam uma disputa acirrada pelas cadeiras do CD Alvinegro.

No caso da atual gestão, encabeçada pelo presidente Petrônio Gadelha, a semana foi marcada por mudanças drásticas. Inicialmente, seu grupo estava direcionando apoio à chapa "Por Amor ao Treze", dos conselheiros Lúcio Almeida e Anatólio Chaves. Entretanto, as partes andaram divergindo nos últimos dias, e o grupo de situação do Galo rompeu com os conselheiros. 

O resultado desse rompimento foi que o grupo de Petrônio lançou uma nova chapa para concorrer ao pleito do Conselho Deliberativo do clube. A chapa, inclusive, já foi inscrita e conta com 84 membros, sendo 60 conselheiros e 20 suplentes.

Sem o apoio do atual presidente, a chapa de Lúcio Almeida e Anatólio Chaves, que ainda não oficializou sua candidatura, recebeu o apoio do candidato à presidência Olavo Rodrigues, opositor de Petrônio Gadelha. Com 60 membros, o grupo ainda busca, pelo menos, mais dez adesões para chegar aos 70 conselheiros, número mínimo exigido para a chapa poder ser registrada.

 

 

Continue lendo em GloboEsporte.com/pb