Esportes

Clínicas de "novas modalidades" fazem sucesso nos Jogos Escolares

Basquete 3x3 e tiro com arco, que não fazem parte do programa, são apresentados aos atletas.    



A lista de modalidades dos Jogos Escolares da Juventude, que estão sendo disputados em João Pessoa por alunos com idades entre 12 e 14 anos, já é extensa. Os quase quatro mil jovens atletas de todos os cantos do país estão competindo em 13 esportes, individuais e coletivos. Com o intuito de dar a eles a oportunidade de ter contato com outras modalidades que não fazem parte do programa da competição organizada pelo Comitê Olímpico do Brasil (COB), os Jogos estão promovendo clínicas de tiro com arco e basquete 3x3 no Centro de Convenções de João Pessoa.

Cada modalidade conta com instrutores indicados por suas Confederações Brasileiras. Eles têm a tarefa de apresentar e explicar as regras do jogo para os jovens atletas. O primeiro esporte da lista foi tiro com arco e agradou em cheio a garotada. Após a visibilidade trazida pelos Jogos Olímpicos Rio 2016, o interesse dos participantes dos Jogos Escolares ficou evidente nas filas formadas para a prática da modalidade de Marcus D’almeida, melhor arqueiro brasileiro da atualidade.

A experimentação do tiro com arco aconteceu até o dia 23. Agora é a vez do basquete 3x3, que segue sendo exibido até esta quarta-feira. Pelo que se vê em João Pessoa, o sucesso do tiro com arco já está se repetindo. Todos querem experimentar o basquete mais dinâmico, disputado em uma só tabela.

Os dois instrutores das modalidades já foram atletas dos Jogos Escolares da Juventude. Maylton Bezerra Gomes, de 18 anos, participou dos Jogos Escolares de Londrina, em 2014, e disse que gostou tanto que decidiu voltar para contribuir para o sucesso do evento.

Juliette Urtiga, de 27 anos, disputou os Jogos Escolares de 2006, em Brasília.

- Na minha época, a competição não tinha toda essa infraestrutura e também não existia experimentação de esportes. O evento está lindo. A alegria de todos contagia a gente. A garotada se diverte. Até para quem joga basquete, o 3x3 é uma modalidade nova porque tem algumas regras diferentes. As crianças perguntam bastante, principalmente as de outros esportes, sobre todos os detalhes das regras - disse a instrutora.

 

Continue lendo em GloboEsporte.com/pb