Esportes

Paraibanos do goalball ganham jogo e estão na semifinal na Rio 2016

Seleção ganhou da China por 10 a 3 e passa para a próxima fase.



O Brasil fez hoje (14) uma dobradinha nos Jogos Paralímpicos Rio 2016 e vai às semifinais no goalball masculino e no feminino. Na Arena do Futuro, a seleção masculina, que tem Zé Roberto e Romarinho como representantes da Paraíba, venceu a China por 10 a 3, enquanto as brasileiras não deram chances para as ucranianas e venceram por 10 a 0.

As brasileiras dominaram o jogo e fecharam o primeiro tempo em 7 a 0. Restando ainda quase cinco minutos para o final do jogo, elas conseguiram o placar de 10 a 0 em cima da Ucrânica. O goalball é dividido em dois tempos de 12 minutos. Vence a equipe que tiver mais gols ao final do jogo, mas quando uma equipe abre vantagem de dez gols, o jogo é encerrado imediatamente, não importa o tempo da partida.

Foram sete gols da atleta Victoria Amorim, dois de Ana Carolina Custodio e um de Simone Rocha. Elas voltam a jogar amanhã (15), pela semifinal, às 15h, contra a China ou o Japão.

Com oito gols de Leomon Moreno, a equipe masculina abriu o placar no primeiro minuto e manteve a liderança até o final do jogo. A semifinal masculina também é amanhã, às 13h30, contra a Alemanha ou os Estados Unidos. Josemárcio Souza marcou os outros dois gols para o Brasil, enquanto Romário Marques fechava o gol brasileiro.

O goalball não é uma adaptação de esportes olímpicos, ele foi criado em 1946 para reabilitação de veteranos de guerra. O esporte é disputado por atletas com deficiência visual da classificação B1, a mais severa, a B3, a mais moderada. Para garantir a igualdade de condições todos atuam vendados.

As duas equipes de três jogadores devem marcar pontos lançando a bola (que tem guizos em seu interior) com as mãos em direção ao gol adversário e defender seu próprio gol. A bola, de 76 centímetros de diâmetro, pesa 1,25 quilo e alcança até 100 km/h.