Esportes

Belo rejeita proposta de levar jogo contra o Palmeiras para Londrina

Diretoria confirma oferta de R$ 250 mil para transferir partida.



O Botafogo-PB acabou com a novela envolvendo uma possível transferência da partida contra o Palmeiras, pela Copa do Brasil. O vice-presidente Breno Morais confirmou ter recebido uma proposta de R$ 250 mil de uma empresa de marketing esportivo para levar a partida para Londrina, no interior paranaense, mas deixou claro que a diretoria rechaçou a possibilidade.

A partida vai acontecer mesmo no dia 21 de setembro, no Estádio Almeidão, e vale vaga nas quartas de final da Copa do Brasil. Na primeira partida, em São Paulo, o Palmeiras venceu por 3 a 0 e ficou muito perto da classificação. E justo por causa desta diferença de placar a empresa de marketing esportivo lançou a proposta, alegando que a partida geraria pouco interesse aos pessoenses. Ainda assim, a Série C acabou pesando na decisão do Belo.

"Na verdade, consideramos a proposta baixa. Mas o que pesou mais foi o desgaste que teríamos indo até Londrina num momento tão importante da Série C. Por isso a diretoria rejeitou a proposta e o jogo contra o Palmeiras será mesmo em João Pessoa", avisou o dirigente, durante o jantar que abriu as comemorações de 85 anos do Belo, na noite desta segunda-feira, em um restaurante da orla do Cabo Branco.

O Botafogo-PB decide a classificação para a segunda fase da terceira divisão no próximo domingo, precisando apenas do empate contra o Fortaleza para chegar - sem depender de ninguém - pela primeira vez ao mata-mata. Na verdade, contudo, a vaga pode vir até mesmo com a derrota, desde que ASA e Remo não vençam seus jogos (e os paraenses, caso vencesse, ainda teriam que tirar uma diferença de cinco gols de saldo para passar o Belo na tabela de classificação).

Veja mais sobre o NÃO do Belo no GloboEsporte.com/pb