Esportes

Valdeno Brito não leva o milhão, mas consegue o pódio

Paraibano ficou em 3º lugar na corrida que foi vencida por Felipe Fraga.



Um duelo de gerações marcou a Corrida do Milhão, mais importante prova da temporada da Stock Car, neste domingo, no Autódromo de Interlagos, em São Paulo. De um lado, o jovem Felipe Fraga, de 21 anos, escrevendo os primeiros capítulos de uma carreira promissora no automobilismo. Do outro, o experiente Rubens Barrichello , 44 anos, recordista de GPs na Fórmula 1 e já campeão da categoria nacional em 2014. E apesar da pouca idade, Fraga (carro #88 da VRT), que largara em quarto, comportou-se como um veterano nas voltas finais: segurou a pressão de Rubinho (#111 da Full Time) e venceu a prova por apenas 0s411, faturando pela primeira vez o prêmio milionário. Confira a chegada emocionante no vídeo acima. O pódio foi completado pelo paraibano Valdeno Brito (#77 da TMG). O jovem piloto mostrou maturidade também ao falar o que vai fazer com a "bolada":

“ Vou pagar as contas (risos). Tô brincando. Sou muito novo para ficar pensando nisso. Vou investir em uma empresa que abri com meu irmão e tentar dobrar esse dinheiro logo”, disse o vencedor da prova.


Além do prêmio de R$ 1 milhão, Felipe Fraga aumentou sua vantagem na liderança do campeonato. Restando quatro etapas para o fim, o piloto da VRT soma 166 pontos. O novo vice-líder da temporada é Max Wilson, da equipe RC. Quarto colocado na prova, ele chegou a 130 pontos, desbancando Marcos Gomes, da VRT, que abandonou após incidente na primeira volta e ficou estacionado nos 112 pontos. O atual campeão, aliás, despencou na tabela de classificação, perdendo posições também para Rubinho (124 pontos), Valdeno Brito (122 ) e Daniel Serra (117). Outro que não completou a prova foi Cacá Bueno, da RBR Mattheis. O pentacampeão da Stock Car, que substituirá Fraga na VRT em 2017, bateu sozinho na penúltima volta e segue com 100 pontos. A próxima etapa da Stock Car é dia 25 de setembro em Londrina, no Paraná.

Leia mais no Globoesporte.com