Esportes

Treze segue dividido e deve ter duas chapas na eleição deste ano

Processo eleitoral será realizado em outubro e novembro.



Com o calendário eleitoral já definido, as especulações no Treze começam a ser para quem serão os candidatos que vão disputar o processo eleitoral em outubro e novembro. Assim como no ano passado, quando Petrônio Gadelha e Olavo Rodrigues protagonizaram uma das disputas mais acirradas da história do clube - o pleito terminou empatado e Petrônio só venceu por ser mais velho -, a eleição deste ano deve ser mais uma vez ser polarizada por duas chapas. 

 O ex-presidente Olavo Rodrigues, por exemplo, candidato derrotado nas últimas eleições, já antecipou que deve mais uma vez colocar seu nome para o pleito de presidente executivo do clube. Olavo, inclusive, afirma que tem um projeto de modernização da gestão do clube e também para aderir patrocinadores, que deverá implantar caso ele consiga chegar ao comando do Treze.
 
Pelo lado da situação, também deve haver candidato. Mas aí surge a grande dúvida. Apesar de ter totais condições de concorrer a reeleição, Petrônio Gadelha já teria confidenciado a alguns aliados que não tem desejo de disputar a eleição deste ano. 
 
Leia a matéria completa no GloboEsporte.com/pb