Esportes

Atleta leva bronze inédito para o país no Mundial Júnior de remo

Lucas Verthein, de 18 anos, teve o melhor desempenho de um atleta nacional da categoria em eventos internacionais. 



World Rowing/Igor Meijer
World Rowing/Igor Meijer
Evento contou com 1.890 atletas de 70 países na raia Willem-Alexander Baan, na cidade de Rotterdam

O remador Lucas Verthein, de 18 anos, conquistou, neste fim de semana, a medalha de bronze no single skiff masculino durante o Campeonato Mundial de Remo Júnior, na Holanda. O resultado é inédito para o remo brasileiro. Foi o melhor desempenho de um atleta nacional da categoria em eventos internacionais. 

Na primeira bateria no single skiff masculino júnior (JM1x), Lucas terminou em terceiro lugar. Nas quartas de final e na semifinal A/B, o atleta manteve-se na primeira colocação. Com a vaga confirmada na final A, Lucas conseguiu chegar na terceira posição e garantiu a medalha de bronze. O ouro ficou com a Lituânia e a prata com a Alemanha. A prova do single skiff era uma das mais disputadas do campeonato, com 29 barcos inscritos.

O evento contou com 1.890 atletas de 70 países na raia Willem-Alexander Baan, na cidade de Rotterdam, na Holanda. Devido às Olimpíadas do Rio de Janeiro, a Federação Internacional de Remo (FISA) realizou pela primeira vez os campeonatos mundiais júnior, sênior e Sub-23 em um único evento.

Ainda no Campeonato Mundial Júnior, a dupla Daniel Kelly e Bernardo Boggian competiu no double skiff masculino júnior (JM2x). Eles obtiveram o quinto lugar em sua bateria inicial, o que os levou para a repescagem, onde se recuperaram e levaram a primeira colocação. Nas quartas de final, os atletas chegaram em sexto, avançando para a semifinal C/D, onde também obtiveram o sexto lugar. Daniel e Bernardo terminaram a prova na sexta posição da final D.

No Campeonato Mundial Sub-23, o Brasil foi representado pelo remador Uncas Tales Batista no Single Skiff Peso Leve Sub 23 (BLM1x). Uncas ficou com o segundo lugar em sua bateria inicial e também nas quartas de final. Classificado para a semifinal A/B, o remador terminou na quarta posição, o que não foi suficiente para levá-lo a final A. Uncas fechou sua participação no campeonato com o 2º lugar na final B e a oitava colocação geral da categoria em um total de 29 países.

Xavier Vela Maggi e William Giaretton, que representaram o Brasil na Rio 2016, participaram do Campeonato Mundial Sênior na categoria dois sem peso leve (LM2-). A dupla iniciou a prova com o segundo lugar na bateria inicial e classificou-se para a semifinal A/B, onde chegaram na quarta colocação. O resultado os levou para final B, conquistando a terceira posição, menos de um segundo atrás do barco da Alemanha.