Esportes

Menos de 1/6 dos atletas britânicos vai desfilar na abertura dos Jogos

No pequeno grupo, no entanto, devem estar atletas de destaque.



Dos 366 atletas britânicos que vão participar dos Jogos Olímpicos Rio 2016, apenas 55 devem participar da cerimônia de abertura. O chefe de missão da Grã-Bretanha, Mark England, e o presidente da Associação Olímpica Britânica, Bill Sweeney, concederam entrevista coletiva na manhã desta segunda-feira (1º) e disseram que o país vai mandar uma delegação pequena para o desfile.

"Ainda temos um grande contingente treinando em Belo Horizonte", explicou Sweeney, acrescentando que alguns atletas vão competir 24 ou 48 horas após a cerimônia. "A prioridade deles é a competição".

No pequeno grupo, no entanto, devem estar atletas de destaque, como o tenista Andy Murray e o golfista Justin Rose. A cerimônia está marcada para a noite de 5 de agosto, e o dia seguinte serão realizadas competições de algumas modalidades, logo pela manhã, como as de remo e tiro esportivo, marcadas para as 8h30.

Os britânicos elogiaram as instalações de treinamento no Minas Tênis Club, que, segundo Sweeney, superaram as expectativas. Sobre a Vila Olímpica, chefe de missão da Grã-Bretanha afirmou que todas as vilas enfrentam problemas, mas que os britânicos trabalharam com o comitê organizador e com outros comitês olímpicos nacionais para resolvê-los.

"Em algum momento dos jogos, todos os atletas britânicos passarão pela Vila", disse England. Ele afirmou que foram dadas recomendações de segurança aos atletas, como cuidar de seus pertences de valor. Segundo ele, esse é um procedimento adotado antes de todas as competições e que foi repetido da mesma forma no Rio.