Esportes

Botafogo-PB emite nota e repudia ação da PM no primeiro jogo da final

Clube pessoense cobra explicações de autoridades e diz que "regra básica" foi desrespeitada.



O Botafogo da Paraíba emitiu nota oficial no início da noite desta quinta-feira repudiando as “autoridades competentes” (em especial a Polícia Militar) da Paraíba pelos tumultos registrados ao término da partida de ontem pelo jogo de ida do Campeonato Paraibano, vencido pelo Campinense por 3 a 2 e realizado na casa do Belo, o Estádio Almeidão, em João Pessoa.

Após o jogo, torcedores do Campinense foram autorizados a entrar em campo pela Polícia Militar, sob a alegação de que na Arquibancada Sol, onde os raposeiros estavam localizados, eles estavam expostos a pedras que estariam sendo jogadas por botafoguenses que saíam do estádio. O problema é que, ao adentrar ao campo, parte dos raposeiros foram provocar a torcida do Belo localizada no lado oposto, na Arquibancada Sombra, o que provocou um tumulto que culminou no uso de gás de pimenta e bala de borracha por parte da PM

Clube pessoense cobra explicações de autoridades e diz que "regra básica" foi desrespeitada. Clube se solidariza ainda com botafoguenses agredidos por policiais

Leia a matéria completa em GloboEsporte.com