Esportes

Diá minimiza tropeço diante do Salgueiro e exalta classificação da Raposa

Treinador preferiu enaltecer a garra do Campinense na partida das quartas contra o Salgueiro.



Reprodução/TV Paraíba
Reprodução/TV Paraíba
Adalgiso Pitbull comemora o gol da classificação quatro minutos depois de ter entrado em campo

A derrota para o Salgueiro quebrou uma invencibilidade de 16 jogos do Campinense no ano, mas não foi suficiente para eliminar a Raposa da Copa do Nordeste. Apesar do revés, o treinador rubro-negro, Francisco Diá, enalteceu a classificação do time para a semifinal da competição regional e apontou o desgaste físico de alguns atletas como um dos fatores para o primeiro resultado negativo do clube na temporada.

"Foi uma classificação contra uma equipe muito forte. Nós sabíamos que o segundo tempo ia ser muito difícil, já que o time deles dificultou bastante, especialmente após o gol no primeiro tempo. O mais importante é que conseguimos o objetivo que era a classificação", declarou Diá.

Na semifinal, a equipe do Campinense enfrenta o Sport Recife, que eliminou o CRB, no sábado. Como a Raposa teve melhor campanha, tem a vantagem de decidir no Estádio Amigão a vaga para a grande final. A outra semifinal vai ser disputada por Bahia e Santa Cruz.

Autor do gol que levou o Campinense para as semifinais da Copa do Nordeste, o atacante Adalgiso Pitbull só precisou de quatro minutos para marcar o gol salvador. O jogador foi colocado em campo no lugar de Roger Gaúcho aos 31 minutos do segundo tempo e quatro minutos depois deixava o seu, aos 35.

"Neste jogo eu consegui ajudar o Campinense a se classificar. É um momento incrível para todo jogador. É bom ver nosso trabalho ser reconhecido. Venho trabalhando forte para aproveitar as oportunidades que me são dadas", disse.

Ontem o dia foi de folga para os jogadores. A reapresentação acontece hoje já de olho no Clássico dos Maiorais contra o Treze, domingo, pelo mata-mata do Paraibano.