Esportes

Botafogo empata fora de casa com o Fortaleza, mas segue como lanterna

Situção do time paraibano na competição segue muito complicada. Belo conquistou apenas o primeiro ponto.



Antes de tudo, é importante deixar claro: o Botafogo-PB segue em situação dificílima na Copa do Nordeste e apesar do ponto marcado fora de casa - o primeiro do clube na Copa do Nordeste de 2016 - continua como lanterna do Grupo D da competição regional. Dito isto, o Belo parece que finalmente entrou na competição, ainda que talvez seja tarde demais. Isto porque empatou ontem com o Fortaleza, dentro da Arena Castelão, em Fortaleza, e jogando de igual para igual. Teve, inclusive mais chances de gols do que o rival.

Seria uma boa notícia, se não fosse a situação da tabela. O Belo agora que chegou a um ponto e vê os rivais ainda muito distantes: o Sport tem seis pontos marcados, o Fortaleza foi para quatro e o River está com três.

Ainda por cima, ainda vai ter que acompanhar o duelo de River x Sport, que acontece amanhã. Teoricamente, inclusive, seria melhor uma vitória do Leão, para depois tentar os pontos que o colocasse entre um dos três melhores segundos colocados do Nordestão.

Isto tudo, no entanto, é apenas teoria. Na prática, apenas o fato de que o time pessoense só volta a campo na quarta-feira da próxima semana, em jogo contra o mesmo Fortaleza, mas desta vez em João Pessoa, no Estádio Almeidão. Ao time pessoense, apenas uma coisa precisa ser feita: vencer os três jogos que lhe resta e ainda observar os resultados dos outros jogos - tanto de seu grupo como dos demais.

Dentro de campo, após o atraso que se seguiu ao início da partida, devido a um apagão que tomou conta de toda a arena, o Belo comneçou jogando melhor, buscando mais o gol e tendo logo de cara duas boas chances, ambos com Jó Boy.

Mas, apenas para mostrar que os problemas defensivos do clube de João Pessoa não foram resolvidos, foi o Fortaleza quem marcou primeiro, e isto ainda aos 13 minutos do primeiro tempo.
No que pareceu uma jogada ensaiada do Leão do Pici, o ex-botafoguense Pio foi para uma cobrança de falta e, ao invés de chutar forte para o gol, como seria sua característica, ele tocou curto e rasteiro para Eduardo. A ação tomou a zaga botafoguense toda de surpresa e o jogador tricolor só precisou avançar um pouco mais e chutar em gol, sem chances para Michel Alves.

O jogo seguiu com o Belo mais no ataque, mas de vez enquanto o Leão também chegava, destava sem mais sucesso.

No segundo tempo, Warley entrou em campo, mas ele não chegou a jogar bem e mostrou falta de ritmo de jogo.

O Belo, no entanto, não dependia apenas do atacante. E foi pelas cabeças de um volante que veio o empate. Em cobrança de falta, Zeca colocou na área e Marcelo Xavier desviou para o gol. Erivelton, pego de surpresa, mal se mexeu.