Esportes

Botafogo sai na frente, mas leva a virada do Sport e perde na estreia

Belo marcou no primeiro tempo e Leão melhorou no segundo para sair com vitória por 2 a 1 fora de casa.



A primeira partida de Botafogo-PB e Sport na Copa do Nordeste, neste domingo (14), serviu para mostrar o quão difícil vai ser o Grupo D da competição. Jogando em casa, no estádio Almeidão, o Belo não deu espaços para o Leão no primeiro tempo. No entanto, a tranquilidade dos pernambucanos fizeram com que eles voltassem para o Recife com os três pontos. De virada, os rubro-negros venceram por 2 a 1 com gols de Túlio de Melo e Rithely, todos na segunda etapa. Muller anotou para os alvinegros. O Sport agora é o vice-líder do grupo, com os mesmos três pontos do Fortaleza, mas com menor saldo de gols. O Bota é o terceiro.

O Sport volta para o Recife para jogar na próxima quarta-feira, contra o Fortaleza, pela 2ª rodada. Já o Botafogo-PB, deixa João Pessoa e vai até Teresina enfrentar o River-PI. Os cearenses venceram os piauienses no último sábado por 3 a 0.

O Botafogo-PB mostrou logo no início do jogo que não deixaria o Sport respirar. Aos três minutos, em um belo contra-ataque, Janeudo driblou Matheus Ferraz e Rithely e tentou o cruzamento, mas viu a bola quase entrar no gol de Danilo Fernandes. O goleiro saltou alto para salvar o Leão. Os rubro-negros responderam dois minutos depois, quando Everton Felipe achou Túlio de Melo na área e ele quase marcou.

Empurrado pela torcida, o Belo chegou ao gol aos 11 minutos, quando Muller aproveitou falha de Matheus Ferraz e, na entrada da pequena área, fuzilou o gol do Leão. A partir daí, os visitantes passaram a tentar pressionar, mas sem qualidade, pouco assustaram o goleiro Michel Alves.

O segundo tempo começou como acabou o primeiro, com o Sport tentando pressionar e o Botafogo-PB esperando espaços para jogar no contra-ataque. No entanto, desta vez a tática que deu certo foi a do Leão. Aos 15 minutos, Túlio de Melo aproveitou bate e rebate dentro da área depois de cobrança de escanteio para empatar. Depois de muito insistir, especialmente em jogadas aéreas, o Rubro-negro chegou à virada aos 35, quando Rithely aproveitou cruzamento de Fábio e cabeceou para o fundo das redes. Com o placar favorável, os pernambucanos tranquilizaram o jogo e esperaram o apito final.