Esportes

Calendário apertado faz clubes da Paraíba diminuírem tempo de folia

Botafogo, Campinense e Treze voltam aos trabalhos de olho na rodada do meio de semana.



Já era o tempo que o Carnaval parava tudo no Brasil. Pelo menos no futebol paraibano, a folia momesca foi trocada por muito trabalho. Com o calendário apertado, e jogos já no meio de semana, os clubes optaram por reduzir o descanso.

Os três grandes voltaram ao batente ontem. Aliás, o Botafogo sequer parou, já que no domingo, um dia depois da vitória sobre o Sousa (2 a 1, no Marizão), os reservas encararam um jogo-treino contra o CSP, na Maravilha do Contorno (empate em 0 a 0). Ontem à tarde, o técnico Itamar Schülle fez um trabalho com todo o grupo já visando a partida de amanhã contra o Campinense, abrindo a quarta rodada do Campeonato Paraibano.

Pelo mesmo motivo, a Raposa também não teve folga no Carnaval. Os jogadores se reapresentaram ontem e já participaram de um treino com o técnico Francisco Diá. A goleada de 4 a 0 sobre o Atlético de Cajazeiras manteve os 100% de aproveitamento do Rubro-Negro no Paraibano, e a liderança isolada do Grupo A com 9 pontos, cinco a mais que o segundo colocado (Sousa e Paraíba dividem a vice-liderança da chave).

O Treze só joga na quinta-feira, enfrentando o Paraíba, em Cajazeiras. Mesmo com um dia a mais na tabela, também não houve Carnaval. O recém-contratado preparador físico Alexandre Duarte reuniu o elenco na manhã de ontem para um treino físico. À tarde, Marcelo Vilar comandou o primeiro treino da semana. A ordem é manter o ritmo depois da goleada de 4 a 0 sobre o Auto Esporte, no último sábado, que reabilitou o Galo da derrota para o Sousa. O jogo contra o Paraíba será o primeiro do time longe de Campina Grande.