Esportes

Duelo de invictos agita o sábado de Carnaval

Sousa e Botafogo se enfrentam às 16h deste sábado (6), no Estádio Marizão, colocando boa fase à prova



Dois times extremamente motivados. Esse é o retrato para Sousa x Botafogo, jogo desta tarde, no Estádio Marizão. As duas equipes vêm de vitórias convincentes no meio de semana e esperam mais um triunfo para curtir o Carnaval em alta. O Dinossauro está em segundo lugar no Grupo A, enquanto o Belo lidera o B.

Como de praxe, o técnico Itamar Schülle ensaia mudanças no Botafogo. Foi assim a cada jogo desde que começou a pré-temporada. Em relação ao time que venceu o Santa Cruz por 3 a 0, na última terça-feira, cinco jogadores podem ser trocados. As novidades ficam por conta de Ângelo na lateral direita; Thiago Costa e Janeudo, no meio-campo; e Daniel Cruz e Carlinhos, no ataque. Nesse caso, deixariam o time Gustavo, Val, Aílton, Muller Fernandes e Warley.

Entre os jogadores, o clima de mistério continua. Ninguém revela quem vai entrar em campo e deixa o suspense no ar. O fato é que o Botafogo vem adotando uma tática muito usada pelos times europeus, escalando a equipe conforme o adversário e o esquema a ser adotado. Itamar Schülle procura despistar.
"Às vezes as mudanças são necessárias. Outras vezes, já temos em mente alguma situação, mas não era o momento certo. O mais importante é que todos estão em condições de jogar", avisou o comandante botafoguense.

Entre os jogadores que vinham sendo relacionados, dois deles sequer viajaram para o Sertão, os meias Marcos Antonio e Aílton, já de olho na estreia na Copa do Nordeste, no próximo fim de semana.
No Sousa, o clima é de euforia. A vitória de 3 a 1 sobre o Treze, em pleno Amigão, deu a noção da força da equipe de Jorge Luís. E se o resultado surpreendeu muita gente, para o treinador, já era esperado.
"Fizemos uma grande pré-temporada. O Sousa foi o primeiro time a iniciar os treinos e agora estamos colhendo os frutos. Fizemos uma partida muito boa em Campina Grande, mas agora é outro jogo. Temos que pensar apenas no Botafogo", frisou Jorge Luís.

O treinador espera uma posição do Departamento Médico já que vários jogadores passaram mal em Campina Grande, com infecção intestinal. Os casos mais graves são do goleiro Ricardo, do meia Márcio Tarrafas e do atacante Dico. No entanto, todos devem estar liberados para enfrentar o Belo.