Esportes

'Musa' do judô, paraibana quer seguir a trajetória de Ronda no MMA

Luana Pinheiro espera seguir os passos de Ronda Rousey, que foi medalha de bronze nos tatames em Pequim-2008.



Sem ter mais chances de conseguir uma vaga nas Olimpíadas do Rio, o foco da musa do judô, Luana Pinheiro, é os Jogos de Tóquio em 2020. Mas ela quer aproveitar esse intervalo entre uma competição e outra para experimentar uma nova modalidade: o MMA. A paraibana espera seguir os passos da ex-campeã peso-galo do UFC Ronda Rousey, que foi medalha de bronze nos tatames em Pequim-2008.

Em outubro do ano passado, Luana Pinheiro chegou a conquistar pela primeira vez na carreira o título de campeã brasileira sênior, representando o Minas Tênis Clube na categoria até 48kg.

"Foi uma competição que me preparei muito o ano inteiro. Acho que não tinha ninguém que quisesse mais do que eu. Estava bem preparada e acho que isso foi o resultado de todo o esforço que fiz o ano inteiro", relembrou.

Mesmo assim, a ideia de trocar o judô pelo MMA tem ficado cada vez mais atraente."Meu sonho é chegar às Olimpíadas de 2020. Só que, como tenho esse tempo inteiro, quero aproveitar (esse intervalo) e migrar para o MMA. Estou treinando e vamos ver no que vai dar. O objetivo é chegar ao UFC. Quem sabe eu não consigo conquistar esse objetivo neste ano?", revelou a judoca, de 23 anos.

Ela ainda nem entrou de vez no MMA e já vem sendo "pressionada" por causa dos riscos de "tomar um soco na cara". Mas a paraibana diz que em qualquer modalidade existe a chance de se machucar.
"O mesmo risco que corre no MMA de tomar um soco na cara, quebrar o nariz, ficar com o olho roxo, acho que no judô também. Mas no judô acho que é até pior, pois pode ter cirurgia no ombro e ficar um ano parado. Se você toma um soco na cara, vai ficar com o olho roxo, mas uma semana depois passa. Acho que qualquer esporte tem o seu risco", avaliou.



Além da trajetória no judô, Luana Pinheiro também é conhecida pela beleza. Ela é considerada a musa da modalidade, tanto que conquistou vários seguidores nas redes sociais. A paraibana acha até engraçado esse rótulo.

"Eu sempre gostei de tirar foto e gosto de me cuidar. Eu arrumo meu cabelo e gosto de me maquiar. Ninguém quer saber se eu faço judô ou qualquer outro esporte. Só querem saber que eu sou musa",concluiu a paraibana, que está de férias em João Pessoa e volta nos próximos dias para Belo Horizonte, onde mora.