Esportes

'Papa-títulos', Santos e Palmeiras iniciam decisão da Copa do Brasil

Clubes paulistas abrem final da competição com histórico de 20 taças nacionais.



Com os dois maiores ganhadores de títulos nacionais, a Copa do Brasil começa a ser decidida na noite desta quarta-feira. Às 22 horas (de Brasília), no Estádio da Vila Belmiro, medem forças Santos e Palmeiras, como nos tempos dos ídolos Pelé e Ademir da Guia.

Com seus respectivos camisas 10, Santos e Palmeiras colecionaram títulos nacionais nos anos 1960 e 1970. Embalado pela Academia de Futebol, o time alviverde detém 11 títulos nacionais. Já os alvinegros, graças ao Rei, contabilizam nove conquistas do gênero.

O Palmeiras foi campeão da Taça Brasil (1960 e 1967), do Torneio Roberto Gomes Pedrosa (1967 e 1969) e do Campeonato Brasileiro (1972, 1973, 1993 e 1994). Para completar ainda, venceu a Copa do Brasil (1998 e 2012) e a Copa dos Campeões (2000). O Santos também conquistou a Taça Brasil (1961, 1962, 1963, 1964, 1965), Roberto Gomes Pedrosa (1968) e o Campeonato Brasileiro (2002 e 2004) - a Confederação Brasileira de Futebol (CBF) unificou os títulos dos três torneios -, além da Copa do Brasil (2010).

Na tentativa de aumentar sua vantagem como recordista de títulos nacionais, o Palmeiras não contará com o volante Thiago Santos, que já disputou a Copa do Brasil pelo América-MG. O técnico Marcelo Oliveira não confirmou, mas deve formar a cabeça de área com Amaral ao lado de Arouca.

Depois de perder três finais da Copa do Brasil, Marcelo Oliveira busca o título inédito. Então técnico do Coritiba, ele ficou com o vice nas temporadas de 2011 (perdeu para o Vasco) e 2012 (perdeu para o próprio Palmeiras). No ano passado, pelo Cruzeiro, caiu diante do rival Atlético-MG.

"Na Europa, um técnico que é três vezes vice-campeão ganha prêmio. Aqui, pode ser um fracasso. Não tenho que pensar nisso. Vou pensar que é muito positivo fechar em uma competição que começa com 80 equipes, entre eles as principais do Brasil", afirmou o treinador.

Se Marcelo Oliveira segue em busca de sua primeira Copa do Brasil, Dorival Júnior já foi campeão, em 2010, com o próprio Santos. O treinador deve escalar como titular o lateral direito Victor Ferraz, que voltou após dois meses de inatividade diante do Coritiba.

"Será uma final contra um adversário complicado. O Palmeiras tem uma grande equipe, com jogadores de qualidade. Já nosso time evoluiu no momento certo, depois de uma situação incômoda", disse Renato.