Esportes

Seleção Brasileira dá o primeiro passo para chegar até a Rússia

Brasil estreia contra o Chile, jogando na casa do rival. Time de Dunga joga contra própria regularidade, pois o 'fantasma' do 7 a 1 ainda está presente.



Rafael Ribeiro/CBF
Rafael Ribeiro/CBF
Paraibano Hulk é um dos que brigam por uma vaga no ataque da Seleção

A Seleção Brasileira inicia sua caminhada nas Eliminatórias sul-americanas para a Copa do Mundo de 2018, na Rússia, nesta quinta-feira, às 20h30, enfrentando o Chile no Estádio Nacional, em Santiago.
O Brasil, único país a estar presente em todos os Mundiais da Fifa, deverá encontrar dificuldades neste encontro. Isso porque os chilenos, que foram eliminados pelos brasileiros somente nos pênaltis nas oitavas de final da Copa de 2014, conquistaram em julho o título da Copa América e vivem um momento considerado excelente.

 Além das qualidades do rival, o Brasil luta contra sua própria irregularidade. O "fantasma" dos 7 a 1 sofridos para a Alemanha ainda está presente e ganhou ainda mais força com a precoce eliminação na Copa América, quando os canarinhos foram eliminados pelo Paraguai, nas penalidades, nas quartas de final.

"Sabemos que as dificuldades sempre vão existir, pois o Brasil dificilmente consegue a classificação com tranquilidade nas Eliminatórias. Mas o importante é sabermos que estamos trabalhando, evoluindo e conseguindo progressos", analisou o técnico Dunga.

O discurso do técnico da seleção anfitriã, Jorge Sampaoli, também mostra grande respeito pelos brasileiros.

"Poucas vezes na história o Chile conseguiu ganhar do Brasil e isso não tem a ver com o Chile e sim com a força do Brasil. Vou enfrentar um time que seguramente estará no Mundial e por isso mesmo se nós conseguirmos somar pontos importantes será algo precioso", disse Jorge Sampaoli.

O Brasil não conta com Neymar, suspenso, além de Danilo, Philippe Coutinho e Firmino, todos machucados.