Esportes

Campinense vai repetir estratégia do Paraibano na reta final da Série D

Raposa programa treinos fechados e 'esconde o jogo' para duelo contra o Operário-PR.



A fase agora é de mata-mata na Série D do Campeonato Brasileiro, e quem perder está fora da briga por uma vaga na Série C do ano que vem. Ciente disso, o Campinense decidiu esconder o jogo para o primeiro duelo contra o Operário, que acontece no domingo, em Ponta Grossa. De acordo com o técnico Francisco Diá, o time fará dois treinos de portões fechados antes da viagem para o interior do Paraná. A receita já deu certo no Campeonato Paraibano, quando o treinador fez treinos secretos em quase todo quadrangular decisivo.

"Vamos realizar dois treinos específicos para este jogo. Na quarta-feira e na quinta-feira faremos trabalhos com os portões fechados. Estamos analisando algumas mudanças no time e só vamos definir isso lá em Ponta Grossa", comentou o treinador raposeiro, escondendo o jogo.

Apesar do clima de mistério que envolve o time, o que se sabe é que Diá vai poder contar com a volta de quatro titulares que ficaram de fora do jogo contra o Globo FC, pela última rodada da fase de grupos. O zagueiro Tiago Sala, o volante Magno e o lateral-esquerdo Ronael foram poupados, enquanto que o atacante Túlio Renan cumpriu suspensão.

O elenco raposeiro voltou às atividades ontem, no Estádio Renatão, depois da goleada por 5 a 0 sobre o time sub-20 do CSP, sábado, no Amigão.