Esportes

Diá exige vitória para Campinense ter caminho mais fácil

Alcançado a maior pontuação possível, a Raposa pode ter uma vida mais tranquila na sequência da campeonato.



Junot Lacet Filho
Junot Lacet Filho

Classificado antecipadamente e em primeiro lugar do grupo. Para o Campinense, a hora agora é de pensar na próxima fase. Após a vitória por 3 a 1 sobre o Colo Colo, no Estádio Amigão, o treinador Francisco Diá disse que para a partida do próximo domingo, contra o Globo FC, fora de casa, ele vai poupar alguns dos seus jogadores titulares, pensando já nos confrontos do mata-mata, que ainda não foram definidos.

"Já sei que não vou usar nem Magno, nem Tiago Sala, que estão pendurados. Quero evitar que esses jogadores acabem levando um cartão e ficando impossibilitados de jogar a primeira partida do mata-mata. Outros jogadores também podem ficar fora por desgaste. Vamos ver durante a semana", analisou o treinador.

De qualquer forma, Francisco Diá exige uma vitória para fechar a fase de classificação com a maior pontuação possível, e assim ter vida mais fácil na sequência da Série D.

"A gente quer essa vitória (contra o Globo FC), para terminar a primeira fase com 17 pontos e assim ficar entre os melhores primeiros colocados. Isso, na teoria, nos dará um adversário mais fácil no mata-mata", disse Diá, lembrando que o cruzamento coloca o melhor primeiro contra o pior segundo.

O Campinense chegou aos 14 pontos com a vitória contra o Colo Colo e não pode mais ser ultrapassado na liderança do Grupo 3, uma vez que o Coruripe, segundo colocado com 13 pontos, já encerrou a sua participação na fase de classificação.

Até aqui, o melhor time da Série D é o São Caetano, com 18 pontos. O Campinense é o quinto, atrás de Rio Branco-AC, Crac e Estanciano, que têm 15.