Esportes

FPF reúne clubes para discutir Paraibano 2016 em apenas 13 datas

Calendário da CBF foi discutido, e Federação pede propostas para organização docampeonato



Larissa Keren
Larissa Keren

A Federação Paraibana de Futebol (FPF) começou a discutir com os clubes o calendário da temporada 2016. A grande preocupação é quanto ao limite de 13 datas determinado pela CBF para a realização dos campeonatos estaduais do próximo ano. O presidente Amadeu Rodrigues se reuniu com dirigentes de Auto Esporte, Botafogo, Campinense, CSP e Treze, além do procurador de justiça Valberto Lira.
O primeiro encontro foi tranquilo e não houve propostas de regulamentos. Até porque as federações do Nordeste ainda vão tentar com a CBF aumentar para 18 datas o período dos estaduais, ocupando as datas destinadas à Seleção Brasileira.

Mas pelo menos uma sugestão deverá ser acatada: a volta da Copa Paraíba, dessa vez com atletas profissionais. A proposta partiu do presidente do Treze, Bebeto Silva, com a competição valendo vaga na Copa do Brasil.

Valberto Lira, por sua vez, voltou a manifestar preocupação com os laudos dos estádios, e disse que todos devem ter catracas eletrônicas a partir do ano que vem.

Dentro de 15 dias haverá uma nova convocação para os clubes. Na próxima reunião, os clubes deverão levar propostas para campeonatos com 13 e 18 datas.

REUNIÃO DO NORDESTE

Amadeu Rodrigues revelou que João Pessoa será a sede da próxima reunião dos presidentes de federações do Nordeste. A data ainda não está definida, mas o tema em discussão mais uma vez será o calendário adotado pela CBF para a próxima temporada.