Esportes

Internacional faz 2 a 0 no São Paulo

Colorado encosta no G-4, enquanto Tricolor paulista perde a chance de entrar no grupo dos melhores do Brasileiro.




Do G1

No duelo que era sinônimo de equilíbrio no Beira-Rio, pelo Campeonato Brasileiro, o Internacional conseguiu levar a melhor e venceu o São Paulo por 2 a 0, nesta quarta-feira, em Porto Alegre. O destaque da partida foi o atacante Nilmar, que marcou os dois gols do confronto.

A vitória fez o Inter ampliar para sete jogos a sua série de invencibilidade. Já o São Paulo caiu depois de três êxitos consecutivos. Com o resultado, o Inter chegou a 22 pontos e agora ocupa a sexta posição no Brasileirão. O time paulista, por sua vez, segue com 23 pontos, na quinta posição.

Na próxima rodada, o São Paulo enfrenta a Portuguesa, domingo, às 18h10, no Morumbi. Já o Internacional visita o Ipatinga, no sábado, às 18h20.

Inter sai na frente e São Paulo reclama de gol anulado
Tentando se aproximar do G-4, o Inter tratou de determinar o ritmo da partida, usando-se da velocidade de Nilmar e da habilidade de Alex. Ao São Paulo restou o artifício dos contragolpes para tentar chegar ao gol de Clemer. Mas foi o time gaúcho quem deu um susto em Rogério Ceni

No primeiro lance de perigo do time da casa, Andrezinho cruzou para Nilmar, na pequena área, cabecear em cima do goleiro são-paulino, que fez bela defesa.

Apostando na velocidade de Éder Luis e Dagoberto, o São Paulo poderia ter saído na frente do marcador se o árbitro Heber Roberto Lopes não tivesse anulado um gol legal do camisa 25 do Tricolor.

Em cruzamento de Jorge Wagner, Dagoberto, que veio de trás da zaga colorada, cabeceou para o gol, mas o assistente da partida assinalou impedimento do atacante. Os jogadores reclamaram muito da marcação no intervalo da partida.

Mais incisivo no ataque, o Inter chegou ao gol aos 35 minutos do primeiro tempo, em uma falha do zagueiro Juninho. Ângelo bateu cruzado, a bola desvia em Joilson e o zagueiro são-paulino falhou, deixando a sobra para Nilmar ficar cara a cara com Rogério Ceni e apenas deslocá-lo para fazer 1 a 0.

Alex ainda teve a chance de ampliar para os gaúchos, arriscando de fora da área, mas Rogério Ceni conseguiu espalmar para a linha de fundo.

Nilmar amplia para o time do Beira-Rio
Na segunda etapa o Inter seguiu pressionando o time paulistano. Em uma bola enfiada para Nilmar, o goleiro Rogério foi obrigado a sair com os pés para evitar novo gol. No rebote, Guiñazu tentou encobrir o arqueiro tricolor, mas Ceni conseguiu se recuperar a tempo.

Na tentativa de empatar o duelo, o São Paulo procurou alternar bastante as jogadas pelas laterais. Mas à medida que o time se aproximava da meta gaúcha, a penetração na defesa colorada ficava mais difícil e os paulistas viam-se obrigados a arriscar de longe. Foi assim com Jorge Wagner e Hugo.

E quando o São Paulo insistia mais no ataque, foi o Inter que ampliou o placar. Em um lance de velocidade, Guiñazu esticou a bola para Andrezinho, que encontrou Nilmar no lado direito. O atacante bateu cruzado e vazou a meta tricolor pela segunda vez na noite: 2 a 0.

A entrada de Aloísio, considerado um homem de referência no ataque, não foi suficiente para que o São Paulo encontrasse o seu gol. E vendo que o lado direito da equipe estava muito frágil, Muricy Ramalho sacou Jancarlos e colocou o volante Jean, passando Joilson para a lateral.

Mas o São Paulo prosseguiu sem conseguir encaixar as jogadas no ataque, mostrando-se nervoso. Juninho ainda teve a chance de se redimir da falha no primeiro gol, mas sem sucesso.


Você sabia que o Jornal da Paraíba está no Facebook, Instagram, Youtube e Twitter? Siga-nos por lá. Encontrou algum erro? Entre em contato.