Esportes

Em jogo de poucas emoções, Botafogo-PB estreia com empate sem gols contra o Salgueiro

Time pernambucano jogou melhor, mas não teve eficiência para abrir o placar.




Jogando no Estádio Cornélio de Barros, o Salgueiro apenas empatou com o Botafogo-PB na estreia das duas equipes pela Série C do Campeonato Brasileiro. Pouco insipirados na tarde deste domingo, tanto Carcará como Belo não criaram muitas chances de gol e o 0 a 0 traduziu bem o que foi o jogo. Um pouco melhor que o adversário, o Salgueiro ficou mais perto da abertura do placar, mas acabou esbarrando na própria ineficiência na hora de finalizar. Para o Botafogo-PB, o resultado acabou sendo bom, já que o time faz seu primeiro ponto no torneio, jogando fora de casa.

Na primeira etapa, o jogo foi ruim. As equipes pouco conseguiam chegar na meta adversária. Tanto que a primeira finalização foi somente aos 18 minutos. E pífia. Carlos Renato, do Botafogo-PB, avançou sozinho pela intermediária, chutou, mas a bola foi bem fraquinha e longe do gol. A grande chance do primeito tempo foi do Salgueiro, em uma jogada de falta ensaiada. Fabiano tocou para João Paulo, que virou, bateu forte no ângulo de Saulo, que se esticou todo para impedir a abertura do placar.

Na etapa complementar, o Salgueiro foi o dono do jogo. Criou chances e teve oportunidades claras de fazer o primeiro gol. Na melhor delas, Erikys recebeu um bom passe de Emerson, ficou na frente de Saulo, mas chutou por cima, desperdiçando a melhor chance do jogo. Acuado, o Belo pouco agrediu e jogou muito mais para manter o empate do que para ganhar.

A grande emoção da partida no Estádio Cornélio de Barros aconteceu aos 26 minutos da segunda etapa. Após cruzamento na área, a bola bateu em Lula e um dos auxiliares do jogo assinalou que foi na mão, macando pênalti. De pronto, o árbitro Dênis da Silva Ribeiro Serafim, de Alagoas, apitou e apontou para a marca penal. Os jogadores botafoguenses se revoltaram, cercaram o bandeira, e depois de muito papo e confusão, o árbitro da partida resolveu voltar atrás e não marcar a penalidade.

Leia mais no Globoesporte.com/pb


Você sabia que o Jornal da Paraíba está no Facebook, Instagram, Youtube e Twitter? Siga-nos por lá. Encontrou algum erro? Entre em contato.