Esportes

Campinense vence Botafogo no Almeidão

Agora Raposa pode perder até por um gol de diferença que se classifica para a decisão.




O Campinense está a um passo da final da segunda fase. A Raposa venceu o Botafogo por 3 a 2, ontem à noite, em jogo realizado no Estádio Almeidão, e pode perder até por um gol de diferença que se classifica para a decisão, já que joga por dois resultados iguais para se classificar. Já o Botafogo, para se classificar precisa vencer a Raposa no próximo domingo no Amigão por dois gols de diferença.

Como vem acontecendo em todas as partidas entre as duas equipes neste ano, o jogo teve uma grande quantidade de gols.

Nos três confrontos de 2012, os dois times já marcaram 18 gols.

Destaque para o artilheiro Warley, que marcou dois nesta quarta-feira e chegou ao sétimo gol em cima do Bota nesta temporada. O outro gol do Campinense foi marcado por Renatinho Carioca. Jales e Izaías descontaram para o Botafogo.

O JOGO
O jogo começou com as duas equipes se estudando e buscando o ataque. E foi o Campinense quem chegou primeiro com certo perigo. Aos seis minutos, Potita e Warley trocam passes na entrada da área, mas o zagueiro Rogério chega primeiro e manda para a lateral. Após o lance, os times voltam a trocar passes na intermediária.

A primeira chance real de gol aconteceu aos 26 minutos. Pantera falha e a bola cai nos pés do atacante Jales, mas o zagueiro Breno chega antes e corta o lance.

Aos 30, mais um lance do camisa 11 alvinegro. Jales recebe na área, mas chuta muito fraco para a fácil defesa de Pantera. Mas quando o Belo estava melhor, é o Campinense quem balança as redes pela primeira vez. Warley recebe na entrada da área, finta a zaga e chuta de perna esquerda no canto direito do goleiro Genivaldo, que nada pôde fazer. É mais um na conta do artilheiro do campeonato.

Precisando vencer, o treinador do Belo, Neto Maradona, volta com duas alterações no intervalo. Ele tira o volante Diego e o atacante Erivelto e coloca os atacantes Cláudio e Yla. Mas é a Raposa quem volta mais ofensiva. Logo no primeiro minuto Adriano Felício acerta uma bomba e o goleirão Genivaldo salva o Botafogo.

Porém, aos 13 minutos o arqueiro não consegue impedir que o Campinense aumente o placar. E é mais uma vez com o artilheiro Warley. É o sétimo gol do W9 em cima do Belo neste Paraibano.

Mas a Raposa mal teve tempo de comemorar. Aos 14, na saída da bola, Jales recebe na área e chuta sem chances para Pantera, para levar a torcida do Belo, que compareceu em grande número, à loucura no Almeidão. Reação alvinegra: Botafogo 1 x 2 Campinense.

Mas quando a torcida do Bota começava a achar que o time iria empatar, veio o balde de água fria. Aos 24, Renatinho cobra falta e estufa as redes do Almeidão. É o terceiro da Raposa.

O Botafogo sente o gol e o Campinense passa a administrar o resultado. Porém, aos 37, mais um fio de esperança para os alvinegros. Izaías recebe na entrada da área e chuta forte contra o gol de Pantera. É o 18º gol do clássico nesta edição do Paraibano.

O gol anima os botafoguenses que, incentivados pela sua torcida, partem para cima com tudo para conseguir arrancar o empate.

Aos 41, Pantera salva a Raposa mais uma vez. Aos 45, Cláudio chuta, mas a zaga corta. Nos acréscimos, Nino Paraíba passa para Leomir, que toca para Izaías. A zaga corta e na sequência, Izaías chuta para fora. (Do Globoesporte.com)


Você sabia que o Jornal da Paraíba está no Facebook, Instagram, Youtube e Twitter? Siga-nos por lá. Encontrou algum erro? Entre em contato.