Esportes

Brasil busca o hepta no futsal

Pela quinta vez na história, as duas seleções se encontram para decidir um Mundial – até aqui, duas conquistas para cada no confronto direto.




Brasil e Espanha, os dois melhores times do planeta no futsal. E a Copa do Mundo da Tailândia comprovou isso mais uma vez.

Pela quinta vez na história, as duas seleções se encontram para decidir um Mundial – até aqui, duas conquistas para cada no confronto direto.

Hoje, às 9h30 (da Paraíba), as duas escolas voltam a se enfrentar para saber quem dará as cartas pelos próximos quatro anos. O Brasil busca o heptacampeonato (embora dois títulos não sejam reconhecidos pela Fifa), enquanto a Espanha quer o tri.

Principal jogador brasileiro, o ala Falcão pede que seus companheiros encarem a partida como o jogo de suas vidas.

“Chegou a hora. É o jogo das nossas vidas. As duas equipes se conhecem bastante e a partida deve ser decidida nos detalhes. A Colômbia fez por merecer a boa partida contra a gente na semifinal. Ninguém chega entre os quatro por acaso e eles vieram sem responsabilidade”, comentou Falcão, que foi decisivo contra a Argentina, mas que não fez uma boa partida na semifinal de sexta-feira – vitória de 3 a 1 sobre a Colômbia.

O capitão Vinicius fez análise semelhante. Por conta do histórico das duas seleções, ele acredita em confronto equilibrado, embora admita que os espanhóis levam uma pequena vantagem.

Acredito que agora começa outro campeonato. Contra a Espanha essa responsabilidade se divide, eles são muito completos. Todos os times espanhóis jogam da mesma maneira, o que faz com que os jogadores se entrosem com mais facilidade na seleção”.


Você sabia que o Jornal da Paraíba está no Facebook, Instagram, Youtube e Twitter? Siga-nos por lá. Encontrou algum erro? Entre em contato.