Educação

Cerca de 30 mil candidatos fazem provas do PSS-3 neste domingo

Neste domingo (9) e na segunda(10), mais de 28,8 mil alunos se submetem às provas da última fase do Processo Seletivo Seriado da UFPB.




Do Jornal da Paraíba

Neste domingo (9) e na segunda-feira (10), mais de 28,8 mil alunos se submetem às provas da última fase do Processo Seletivo Seriado (PSS) da Universidade Federal da Paraíba (UFPB).

No primeiro dia, os candidatos irão encarar uma das partes mais temidas do vestibular: a Redação. Para se sair bem na prova, que é eliminatória, os estudantes deverão prestar bastante atenção em alguns detalhes.

O professor de Redação e Língua Portuguesa, Chico Alves, indica que ao receber a prova, os candidatos leiam as questões propostas pelo menos três vezes para identificar não só os temas sugeridos, mas também os dois gêneros textuais solicitados. O professor apontou alguns gêneros que poderão ser requisitados na prova.

“Uma carta argumentativa [sem título] ou aberta [com título] e uma notícia ou um editorial e uma crônica”, apontou. Para ajudar na elaboração, o candidato pode optar em fazer um esquema com suas principais ideias, para depois estruturá-las em forma de texto. Os temas mais prováveis da Redação são os que estão em destaque na mídia. “A violência contra a mulher, que é um tema extremamente importante, está muito em evidência devido ao caso do goleiro Bruno”, ressaltou.

Outros assuntos são: o problema das drogas na juventude, a Lei antipalmada (que gerou muita discursão) e a questão do desmatamento da Floresta Amazônica. “Uma questão que eu acho relevante é a intervenção dos pais na carreira profissional dos filhos”, apostou o professor como possível tema da prova.

Os candidatos deverão redobrar a atenção para evitar erros de coesão e coerência. Procure construir um texto em que haja continuidade e progressão e muito cuidado com a ambiguidade. Para resolver este último, o professor indica que “primeiro o candidato deve identificar o problema, para depois reestruturar todo o período”.

Quando o rascunho da Redação estiver pronto, deixe-o de lado e faça a prova de Língua Portuguesa ou Língua Estrangeira. Mais ou menos uma hora depois, leia o rascunho. “Esta primeira leitura é extremamente importante, pois o candidato deverá observar se o texto está dentro do tema e do gênero solicitados”, explicou Alves.

A segunda leitura deve ser mais criteriosa, pois é o momento de analisar a coesão e a coerência do texto. O professor explicou que “a Redação precisa ter um fluxo de ideias coerentes para convidar o leitor a ler o texto até o fim”. Quando for revisar o texto, o estudante deve observar, antes de tudo, a coerência e por fim, analisar a parte gramatical. “Os candidatos têm a mania de corrigir primeiro a parte gramatical e passar a limpo, isto não é prudente”, afirmou.

Para o professor, nesta reta final os candidatos devem procurar descansar e, se for o caso de fazer uma revisão, que seja apenas um resumo breve do principais assuntos. “Vá à praia ou ao cinema, faça uma caminhada, saia com os amigos. Enfim, descanse”, indicou.

Preparativos

Segundo o presidente da Comissão Permanente do Concurso Vestibular (Coperve), professor João Lins, hoje o dia é de preparar os locais de provas e acertar os últimos detalhes. “Todas as provas serão levadas para o interior hoje e todos os locais de prova serão organizados”, informou. Ao todo, mais de 2.500 pessoas estão trabalhando na organização e aplicação das provas do vestibular da UFPB.

Aos candidatos, o presidente da Coperve relembra que não é permitido levar celular, mesmo deixando o aparelho estando desligado ou sem bateria. O aluno que for flagrado será automaticamente eliminado do concurso. “Estamos usando 140 detectores de metais. Iremos utilizar estes equipamentos em todos os locais de prova”, alertou.

João Lins lembrou ainda aos candidatos que a folha de respostas deverá ser respondida exclusivamente com caneta esferográfica azul ou preta, mas os candidatos poderão levar lápis, borracha e régua, caso achem necessário para a resolução das questões na folha de rascunhos. Os exames serão aplicados das 8h às 12h e a recomendação é para chegar ao local da prova com pelo menos 30 minutos de antecedência. Somente a partir das 10h os candidatos poderão começar a sair das salas.

As provas serão aplicadas em 41 locais divididos entre os municípios de João Pessoa, Campina Grande, Patos, Sousa, Areia, Bananeiras e Mamanguape. Quem ainda não conferiu o endereço onde fará a prova pode realizar a consulta no site da Coperve (www.coperve.ufpb.br).

Transporte

Por causa da realização das provas, entre às 6h30 e às 7h40, serão disponibilizados ônibus extras em 16 linhas de transporte coletivo de João Pessoa. De acordo com a assessoria de imprensa da Superintendência de Transporte e Trânsito da capital, o aumento na quantidade de ônibus antes do horário da prova visa evitar que os candidatos cheguem atrasados e percam o exame.

Nos dois dias do PSS não haverá esquema especial de trânsito, mas 20 agentes da STTrans estarão nos locais de maior fluxo como Universidade Federal da Paraíba, Unipê e Colégio Liceu Paraibano, a partir das 6h, para evitar a ocorrência de congestionamentos.


Você sabia que o Jornal da Paraíba está no Facebook, Instagram, Youtube e Twitter? Siga-nos por lá. Encontrou algum erro? Entre em contato.