Economia e Negócios

Setor de hotelaria cresce na Paraíba

Paraíba tem potencial turístico, mas precisa saber usá-lo.




Nas empresas de hotelaria e serviços turísticos, o crescente público tem provocado a abertura de novos estabelecimentos e contratação de profissionais. O presidente do SindHotel, Geraldo Lima, relata ser visível o aquecimento e a profissionalização das empresas turísticas na Paraíba, especialmente em João Pessoa.

O Estado, no entanto, precisa definir o perfil de turistas que deseja priorizar para receber. Segundo Geraldo Lima, esta decisão é fundamental para definir a projeção que o setor possa ter na Paraíba. Na opinião do presidente do Sind-Hotel, o melhor tipo de turista é o da terceira idade. “Nossa estrutura, com praias de fácil acesso, hotéis próximos à beira-mar e equipamentos concentrados em uma mesma região, é ideal para turistas com mais idade”, justifica Lima.

Geraldo Lima entende que o turismo voltado para negócios de lazer é um segmento que gera resultados rápidos. "No entanto", analisa, “é preciso atenção quanto à estrutura para os nativos, para a população local e o que a atividade poderá oferecer de retorno para ela”.

A projeção do mercado nem sempre é acompanhada pelo reconhecimento dos profissionais da área. Segundo o presidente do SindHotel, a contrapartida para os trabalhadores não é observada, na maior parte das vezes. “É preciso discutir além das estruturas oferecidas, dos financiamentos e programas.

Trabalhadores, empresas e governo devem ser um tripé que complementa-se para o avanço do setor”, comenta.

REDE RECEPTIVA
A valorização não tem acompanhado o crescimento do setor, mas a rede receptiva da Paraíba tem recebido bons profissionais das áreas de turismo, administração e marketing, conforme relatou Geraldo Lima. “Com muitos profissionais ganhando o mínimo, a mão de obra não é respeitada, já que o setor cresce bastante”, comenta.


Você sabia que o Jornal da Paraíba está no Facebook, Instagram, Youtube e Twitter? Siga-nos por lá. Encontrou algum erro? Entre em contato.