Economia e Negócios

Servidores inativos da PMCG vão poder realizar empréstimos bancários a partir de fevereiro

Como é de praxe, empréstimos poderão comprometer até 30% da remuneração.




Os servidores inativos da Prefeitura Municipal de Campina Grande vão poder realizar empréstimos a partir do início do mês de fevereiro. A informação é do presidente do Instituto de Previdência Municipal da cidade (Ipsem), Antônio Hermano, que explicou ao JORNAL DA PARAÍBA, nesta quarta-feira (22), como se deu o processo que vai permitir a ação por parte dos bancos e dos inativos.

Atualmente, são cerca de 7,1 mil servidores inativos da prefeitura municipal de Campina Grande, e muitos deles se queixam da impossibilidade de realizar empréstimos bancários. No entanto, de acordo com o presidente do Ipsem, Antônio Hermano, um convênio celebrado entre os segurados e as redes bancárias, por meio da empresa ConsigFácil Sistema de Consignação irá possibilitar a realização de empréstimos por parte dos servidores.

Ainda segundo Hermano, os empréstimos poderão comprometer até 30% da remuneração dos servidores inativos, conforme estabelecido pelo Governo Federal. Inicialmente, os bancos em fase de habilitação para realização dos empréstimos são a Caixa Econômica e o Bradesco, mas outras instituições bancárias podem ser habilitadas a fazer os créditos junto aos inativos ao longo do processo.

Além do Ipsem, a empresa ConsigFácil Sistema de Consignação também presta serviços aos servidores inativos do Tribunal de Contas da Paraíba e do Tribunal de Justiça da Paraíba, conforme Hermano. O prazo exato em que os servidores inativos de Campina Grande vão poder realizar os empréstimos ainda não foi definido, mas a estimativa é de que até o início de fevereiro os últimos detalhes da negociação sejam definidos. 


Você sabia que o Jornal da Paraíba está no Facebook, Instagram, Youtube e Twitter? Siga-nos por lá. Encontrou algum erro? Entre em contato.