Economia e Negócios

Semana de Imóveis da Caixa oferece 489 imóveis com preço abaixo de mercado na PB

É possível fazer uma consulta por cidade no site da Caixa.




Foto: Fábio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil

Um total de 489 imóveis na Paraíba estão disponíveis para aquisição na Semana de Imóveis da Caixa Econômica Federal, que começou nesta segunda-feira (13). Todos eles são de propriedade da Caixa e estão sendo vendidos com preço abaixo do valor de mercado.

É possível fazer uma consulta por cidade no site da Caixa, filtrando pelas características do imóvel desejado. Na consulta, o interessado por verificar, além do endereço, a situação em que o imóvel se encontra, já que uma parte deles está ocupado. As contas de condomínio e IPTU que, por acaso, estejam em atraso até a data da venda são pagas pela Caixa.

Qualquer pessoa física ou jurídica pode comprar imóveis da Caixa, com exceção dos empregados vinculados às áreas de alienação e avaliação dos imóveis e dirigentes da instituição, bem como seus parentes diretos. O saldo de FGTS pode ser usado na compra, desde que obedecidas as regras do fundo.

Formas de aquisição

Os imóveis podem ser adquiridos de quatro formas: leilão, licitação fechada, licitação aberta ou venda direta. ​Na licitação aberta, vence o lance mais vantajoso para a Caixa. Acontece presencialmente nos auditórios da Caixa, por todo o Brasil, ou em espaço do próprio leiloeiro credenciado que realiza a licitação aberta.

Na licitação fechada, basta apresentar uma proposta de compra por escrito depois que o edital for publicado. Os envelopes apresentados serão abertos e classificados. Quem fizer a melhor proposta, respeitando o preço mínimo de venda, é considerado o vencedor.

Na venda direta, o primeiro interessado que realizar caução e apresentar proposta de valor igual ou superior ao preço mínimo estabelecido garante a compra do imóvel. Essa é a única modalidade de venda que pode ser intermediada por um corretor ou imobiliária credenciada e os custos de comissão são pagos pela Caixa.


Você sabia que o Jornal da Paraíba está no Facebook, Instagram, Youtube e Twitter? Siga-nos por lá. Encontrou algum erro? Entre em contato.