Economia e Negócios

Secom/JP define contratações de agências

Processo licitatório para esta contratação começou em janeiro deste ano.



Alberi Pontes
Alberi Pontes
Processo licitatório deve durar entre 40 e 60 dias, enquanto o edital será lançado nos próximos dias

Quatro agências de publicidade paraibanas serão contratadas pela Prefeitura Municipal de João Pessoa para atuarem neste ano, junto à Secretaria de Comunicação Social do Município (Secom-JP). O processo licitatório para esta contratação começou em janeiro deste ano e deve durar entre 40 e 60 dias, enquanto o edital será lançado nos próximos dias.

De acordo com o secretário de Comunicação, Marcus Alves, vencer a licitação pode representar "uma grande oportunidade para a empresa que queira se destacar para o mercado. Qualquer agência que estiver regularizada dentro das leis do mercado pode se inscrever. Do total, serão selecionadas quatro agências e elas vão cuidar de todos os processos da prefeitura, do ponto de vista da publicidade”, explicou.

Segundo Alves, durante o processo licitatório, é preparado o projeto – que inclui organizar o planejamento, o edital, o briefing. Ele é regido pela Lei 12.232 de 2010, comandado pela Secretaria de Administração e acompanhado pela Secom-JP.

A gestão atual do prefeito Luciano Cartaxo (PT) pretende trabalhar sob duas perspectivas. A primeira delas é dialogar com o mercado publicitário e, a segunda, fazer uma comunicação no ambiente interno, mas sem perder de vista o alcance nacional. “Se você quer atrair o turista e os novos investimentos para a cidade, precisa inovar e pensar na prospecção nacional. Este é um ano muito propício para isto e a comunicação é uma ferramenta essencial”, afirmou.

AUTOESTIMA
A prefeitura da capital pretende trabalhar a autoestima dos pessoenses. “Em termos de exemplos concretos, já sentimos isto no Carnaval com o tratamento que a prefeitura fez no geral. O governo vai trabalhar com a cultura, mas também com a saúde, educação, segurança e precisamos de soluções criativas para estas demandas. Precisaremos de informativos, de campanhas educativas, enfim, temos um leque de opções”, exemplificou. Para ele, a prefeitura dá uma contribuição efetiva para o mercado publicitário e beneficia a cadeia produtiva do setor. “Eu me antecipei e conversei com os presidentes da Abap [Associação Brasileira das Agências de Publicidade na Paraíba] e do Sinapro [Sindicato das Agências de Publicidade da Paraíba] para estabelecermos sempre o diálogo. As agências têm diversos funcionários, fornecedores e é a porta de entrada para um público muito maior. Não podemos subestimar essa indústria da comunicação, porque ela é muito forte no Brasil e fora dele", concluiu.


Você sabia que o Jornal da Paraíba está no Facebook, Instagram, Youtube e Twitter? Siga-nos por lá. Encontrou algum erro? Entre em contato.