Economia e Negócios

Produzir no Brasil está caro, diz presidente da Renault

Preocupação do governo, segundo ele, vem no momento em que o custo de produção no País está muito acima da média de outros emergentes.




Do blog de Guilherme Barros

Jean-Michel Jalinier, presidente da Renault no Brasil, viu com bons olhos a sinalização da presidente eleita Dilma Rousseff para melhorar a competitividade cadeia produtiva aqui instalada. A preocupação do governo, segundo ele, vem no momento em que o custo de produção no País está muito acima da média de outros emergentes.

Leia mais sobre veículos

O executivo citou como exemplo o modelo Logan, fabricado no Paraná e em outras cinco fábricas da montadora no mundo. “Hoje o consumidor brasileiro paga até duas vezes mais do que o consumidor da Romênia”, afirmou Jalinier.

Para ele, os custos que encarecem a produção no País são principalmente a carga tributária e a dificuldade logística. “Gostaria de exportar para o México, mas a conta não fecha”, disse. Jalinier participou do lançamento do modelo Fluence, nesta quinta-feira (2), em São Paulo.

Por isso, a sinalização de desoneração da folha salarial, entre outras medidas, é vista pela empresa como a linha correta para que a unidade brasileira retome sua competitividade dentro do grupo.


Você sabia que o Jornal da Paraíba está no Facebook, Instagram, Youtube e Twitter? Siga-nos por lá. Encontrou algum erro? Entre em contato.