Economia e Negócios

Preço do tomate sobe 21,8% entre outubro e novembro em João Pessoa

Ao longo dos últimos 12 meses, a variação chega a 54,29%. Banana, ao contrário, caiu 25% em um ano.




Tomate ficou mais de 50% mais caro em um ano (Foto: Rizemberg Felipe/Arquivo)

Tomate ficou mais de 50% mais caro em um ano (Foto: Rizemberg Felipe/Arquivo)

O preço do tomate aumentou 21,8% entre outubro e novembro em João Pessoa. Ao longo dos últimos 12 meses, a variação chega a 54,29%. No outro extremo, o preço da banana caiu 11,20% em novembro, acumulando queda de 25% em um ano. Os dados são da Pesquisa Nacional da Cesta Básica de Alimentos, promovida pelo Dieese e foram divulgados nesta quinta-feira (6).

De acordo com uma pesquisa feita pelo Procon estadual em novembro em supermercados da capital, o quilo do tomate podia ser comprado por preços que variavam entre R$ 8,09 e R$ 2,59, uma variação de 212% dependendo do supermercado.

Segundo o Dieese, o custo da cesta básica na capital acumula um aumento de 4,46% em 12 meses. Mesmo assim, foi a quarta cesta mais barata entre as capitais brasileiras no mês de novembro, custando R$ 339,39. Tomate e banana foram os produtos com maiores variações registradas.

A cesta básica comprometeu 38,67% do salário mínimo em novembro e o trabalhador que recebe essa remuneração teve que trabalhar 78 horas e 16 minutos para garantir a compra da cesta básica. Em novembro do ano passado, era preciso trabalhar duas horas a menos.

Os produtos que compõem a cesta básica na Paraíba são: 4,5 kg de carne, seis litros de leite, 4,5 kg de feijão, 3,6 kg de arroz, 3 kg de farinha, 6 kg de batata, 12 kg de legumes (tomate), 6 kg de pão francês, 300 g de café em pó, 90 unidades de frutas (banana), 3 kg de açúcar, 750 g de banha/óleo, 750 g de manteiga. Essas quantidades variam de acordo com as regiões do Brasil.