Economia e Negócios

Paraíba corresponde ou supera expectativas de 97,95% dos turistas, diz pesquisa

Levantamento mostra também que grande parte dos visitantes pretende voltar.




Foto: Cacio Murilo/MTur

A Paraíba correspondeu ou superou as expectativas de 97,95% dos turistas que visitaram o estado entre dezembro de 2018 e janeiro deste ano. O número positivo é de uma pesquisa do Instituto Fecomércio de Pesquisas Econômicas e Sociais da Paraíba (IFEP) divulgada na terça-feira (29).

Segundo o levantamento, 71,49% dos visitantes tiveram correspondidas as expectativas e 26,46% tiveram suas expectativas acima do esperado. Para 1,17%, as impressões ficaram abaixo do esperado. Os que não souberam ou não responderam correspondem a 0,88% dos entrevistados.

Do total de entrevistados, 97,51% afirmaram que pretendiam retornar ao estado e 97,66% que indicariam a Paraíba como roteiro turístico.

Por mais um ano, as praias da Paraíba foram o principal motivo da escolha pelo turismo de lazer no estado, apontado por 68,5% dos entrevistados. Os atrativos naturais foram apontados como justificativa por 34,86%, 25,69% disseram que tiveram a indicação de amigos e parentes, propaganda na internet foi apontada por 20,49% e preço da viagem mais adequado, por 18,65%.

Em relação às praias, as cinco mais visitadas foram Tambaú (72,29%), Cabo Branco, (70,18%), Coqueirinho (42,95%), Manaíra (39,38%) e Bessa (38,41%). A pesquisa aponta a localização – em áreas urbanas, de fácil acesso e com grande concentração de opções de hospedagem – como motivos para uma maior procura por essas praias.

Já os cinco pontos turísticos mais visitados, de um modo geral, foram o Parque Sólon de Lucena (48,02%), Pôr do Sol no Jacaré (47,6%), Mercado de Artesanato Paraibano (45,72%), Farol do Cabo Branco (39,46%) e Centro Histórico (36,53%).

A 14ª edição da Pesquisa Anual do Desempenho do Turismo na Região Metropolitana de João Pessoa foi realizada de 27 de dezembro de 2018 até 15 de janeiro de 2019. Ao todo, 684 turistas foram consultados em pontos aleatórios da região. Em alguns dos quesitos pesquisados era possível citar mais de uma resposta, por isso os resultados somados não equivalem a 100%.


Você sabia que o Jornal da Paraíba está no Facebook, Instagram, Youtube e Twitter? Siga-nos por lá. Encontrou algum erro? Entre em contato.