Economia e Negócios

Paraíba acumula perda de 7,6 mil postos de trabalho este ano, aponta Caged

Mamanguape, Rio Tinto e Santa Rita, juntas, reúnem 65% destas vagas ‘negativas’.




A Paraíba acumula uma perda de 7.611 postos de trabalho este ano, de acordo com dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) de fevereiro, divulgado nesta segunda-feira (25).

As cidades de Mamanguape, Rio Tinto e Santa Rita, juntas, reúnem 65% destas vagas ‘negativas’ e estão entre as 20 cidades com saldos mais negativos no país.

O resultado negativo é registrado mesmo com o saldo positivo do mês de fevereiro, quando foram contratados 432 trabalhadores a mais do que os que foram demitidos. Os setores que mais perderam vagas foram o da indústria de transformação e a agropecuária.

Do outro lado, o setor de serviços foi o que gerou o melhor saldo de empregos, com 721 empregados a mais do que desempregados.

O Caged é um sistema que, desde 1965, reúne os registros de contratação e demissão em regime CLT, todos informados pelos empregadores. Com base nestes dados, o Ministério do Trabalho, gestor do sistema, divulga mensalmente os saldos entre o número de pessoas que foram admitidas com carteira assinada e o dos que foram demitidos em determinado período.


Você sabia que o Jornal da Paraíba está no Facebook, Instagram, Youtube e Twitter? Siga-nos por lá. Encontrou algum erro? Entre em contato.