Economia e Negócios

Multinacional alemã vai investir em energia solar no Sertão da Paraíba

Conergy prevê investimentos de R$ 300 milhões em energia solar fotovoltaica em Malta



Divulgação
Divulgação

Uma das regiões de maior irradiação solar anual do país, conforme mostra o Atlas Solarimétrico do Brasil, o Sertão paraibano vai ganhar mais três empreendimentos de energia solar fotovoltaica até 2017. Dois deles serão no município de Malta, distante 339 km a oeste de João Pessoa. A multinacional alemã Conergy arrematou em leilão, no último mês, dois projetos (Angicos 1 e Malta) para construir os painéis solares, que terão capacidade instalada de 54 megawatts (MW). Esse potencial será capaz de atender a quase um milhão de habitantes em geração de energia de fonte renovável.

O diretor da Conergy no Brasil, Eduardo Abreu, revelou que os investimentos no município de Malta para construírem os painéis solares fotovoltaicos, em valores atualizados, deverão chegar a R$ 300 milhões, isso equivale a quase dez vezes o PIB (Produto Interno Bruto) gerado pela cidade de apenas 5,5 mil habitantes (R$ 31 milhões).

“A Paraíba tem uma ótima incidência solar e o leilão vencido pela Conergy foi um dos mais competitivos dos últimos tempos. Será o primeiro grande investimento da multinacional no país. Os dois empreendimentos de painéis fotovoltaicos serão construídos um ao lado do outro em Malta. A previsão da construção será no início de 2017. Antes disso, vamos assinar o contrato com o órgão regulador do país para a construção do empreendimento, cuidar das liberações definitivas das licenças ambientais e buscar parceiros e contato com os governos locais”, declarou.