Economia e Negócios

Mais de 59% dos trabalhadores da PB estão em ocupações informais, segundo IBGE

Dados divulgados nesta terça (19) indicam que cerca de 882 mil pessoas estão nesta situação.




Dados do terceiro trimestre deste ano, da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (PNAD Contínua), divulgada nesta terça-feira (19) pelo IBGE apontam que 59,2% da população ocupada na Paraíba, aproximadamente 882 mil pessoas, está em trabalhos informais. Predominante no estado, a taxa de informalidade permaneceu estável em relação ao trimestre anterior e variou de 59,4% para 59,2%.

Entre os empregos informais, a maior parte, 407 mil, é composta por pessoas que trabalham por conta própria sem CNPJ; seguida por aqueles que são empregados sem carteira, 327 mil; e pelos trabalhadores domésticos sem carteira, 82 mil. Há também 48 mil pessoas ocupadas como “trabalhador familiar auxiliar” e 18 mil como “empregador sem CNPJ”, segundo a PNAD Trimestral.

Em comparação ao terceiro trimestre de 2018, quando haviam 918 mil pessoas em ocupações informais no estado, a taxa teve uma redução de 0,7 ponto percentual e caiu de 59,9% para 59,2%.

Já a taxa de formalidade foi de 40,8% no terceiro trimestre de 2019, o que representa aproximadamente 608 mil pessoas em ocupações do tipo, sendo, majoritariamente, empregados com carteira, o que totaliza 330 mil. Além disso, a PNAD estima que há, na Paraíba, 170 mil militares ou funcionários públicos estatutários; 52 mil trabalhadores por conta própria com CNPJ; 43 mil empregadores com CNPJ; e 13 mil trabalhadores domésticos com carteira.


Você sabia que o Jornal da Paraíba está no Facebook, Instagram, Youtube e Twitter? Siga-nos por lá. Encontrou algum erro? Entre em contato.