Economia e Negócios

Imobiliárias estrangeiras expandem na Paraíba

Somente no ano passado, duas das maiores imobiliárias do mundo, Century 21 e Remax, tiveram franquias abertas em João Pessoa.




O mercado imobiliário paraibano está mesmo atrativo. Uma das provas disto, além do boom da construção civil no Estado, é a chegada de franquias de imobiliárias internacionais à Paraíba.

Somente no ano passado, duas das maiores imobiliárias do mundo, Century 21 e Remax, tiveram franquias abertas em João Pessoa. O sucesso foi tão grande que os empresários responsáveis pelas franquias já planejam expansão, com a abertura de novas unidades no Estado.

Se por um lado o mercado de venda de imóveis mostra-se atrativo para a instalação de novas empresas, por outro, a chegada destas empresas aumenta a concorrência no setor, o que é bom para o consumidor, que ganha com qualidade e mais opções para fechar negócios.

Para o presidente do Sindicato dos Corretores de Imóveis da Paraíba, Jarbas Araújo, a abertura de franquias que seguem padrões de empresas internacionais potencializa o mercado imobiliário da Paraíba, que já possui empresas locais com alto nível de qualidade. “Empresas como estas estão sempre em busca da melhoria de qualificação e isto é muito bom para o mercado. Os corretores passam a se preocupar mais com capacitação”, diz.

Para o diretor da franquia da Remax na Paraíba, Henrique Costa, além de mexer com a qualificação dos profissionais no mercado, os consumidores podem ficar mais tranquilos com relação à qualidade dos serviços oferecidos. “Aqui só temos profissionais capacitados e, com isto, os corretores que trabalham em outras empresas ou por conta própria também vão em busca de mais qualificação. A chegada da Remax na Paraíba veio ajudar também na busca de qualificação pelos profissionais que já atuavam na área”, acredita.
Segundo Henrique Costa, que é português e mora na Paraíba há alguns anos, neste ano está programada a abertura de quatro novas unidades da Remax em João Pessoa. “A Remax é uma marca de sucesso no mundo inteiro. Estamos em João Pessoa há apenas seis meses, mas já vamos começar a expansão da marca.

Um dos diferenciais da empresa para o consumidor é que aqui só negociamos imóveis totalmente regularizados e com a documentação completa”, ressaltou.

Outra franquia de imobiliária internacional que também já tem sua fatia no mercado paraibano é a Century 21. Há menos de um ano na Paraíba e chefiada por dois paraibanos que se associaram a um casal de americanos, a empresa já recebeu prêmios por faturamento e por velocidade de vendas no ano passado. Para este ano, o plano já é abrir três novas unidades na Paraíba, sendo uma em João Pessoa, uma em Campina Grande e uma em Guarabira.

Um dos diretores da empresa, o empresário paraibano Eduardo Gadelha, que já possuía uma imobiliária na Paraíba, mas há seis meses fundiu a marca com a Century 21, revelou que, seguindo padrões internacionais, o faturamento da imobiliária aumentou. “Com a Century 21 ganhamos mais visibilidade no mundo inteiro e vimos o nosso faturamento crescer cerca de 200%”, revelou.

Para o tecnólogo em negócios imobiliários e corretor de imóveis Fábio Henriques, a concorrência trazida pela chegada e pela expansão destas duas multinacionais na Paraíba, será benéfica para o mercado. “Normalmente, os estrangeiros são mais perfeccionistas e exigentes e isto fará com que o nível de competitividade do mercado cresça. Se estas franquias se instalaram em João Pessoa é porque já deram certo em outros países”, comentou.

Segundo Henriques, o motivo da abertura de franquias de duas das maiores imobiliárias do mundo na Paraíba está relacionado também “ao bom momento do mercado imobiliário. João Pessoa é um dos mercados imobiliários emergentes promissores do país”, ressaltou.


Você sabia que o Jornal da Paraíba está no Facebook, Instagram, Youtube e Twitter? Siga-nos por lá. Encontrou algum erro? Entre em contato.