Economia e Negócios

Governo vai reduzir custo do setor

Para Dilma, a redução dos custos, somada às demais medidas que serão lançadas, permitirão ao Brasil crescer a uma taxa de cerca de 5%.




A presidente Dilma Rousseff afirmou, na última semana, que o governo federal pretende lançar medidas relativas ao custo da energia elétrica até metade do mês de setembro. Para Dilma, a redução dos custos, somada às demais medidas que serão lançadas pelo governo, permitirão ao Brasil crescer a uma taxa de cerca de 5% por um longo período. "Quando a gente reduz custo, nós estamos querendo que o Brasil cresça numa taxa elevada por um período longo. Elevada para nós é em torno de ‘4,5%’, ‘5%’ constante. Isso para nós é fundamental para garantir emprego", afirmou a presidente.

Questionada se a taxa de crescimento de 5% já poderia ser considerada para o próximo ano, Dilma disse que o governo espera construir um ambiente adequada para o crescimento agora, mas também no médio e no longo prazo. “O que nós estamos olhando é o investimento no curto, no médio e no longo prazo. Este não é um programa de investimento que esteja desconectado do PAC", disse.


Você sabia que o Jornal da Paraíba está no Facebook, Instagram, Youtube e Twitter? Siga-nos por lá. Encontrou algum erro? Entre em contato.