Economia e Negócios

Gol deve demitir 500 funcionários

Cortes devem começar a partir do dia 17 de maio; dos 500 funcionários, aproximadamente 100 sairão dos quadros de tripulantes.




A Gol deve demitir mais 500 funcionários nas próximas semanas. Desde o início do ano, a companhia aérea já cortou 500 vagas – demitiu 1.200 e contratou 500. Desse total, 205 são tripulantes (pilotos e comissários).

Os cortes devem começar a partir do dia 17. Dos 500 funcionários, aproximadamente 100 sairão dos quadros de tripulantes. Antes de iniciar as demissões, porém, a companhia abriu um programa para atrair voluntários. Segundo o Sindicato Nacional dos Aeronautas, a opção de demissão voluntária foi oferecida no início da semana.

Procurada, a Gol não quis comentar as demissões.

Em um comunicado aos tripulantes, a diretoria de operações da companhia justificou os cortes argumentando sobre a necessidade de adequar a competitividade e a rentabilidade da empresa a um "novo cenário no ambiente econômico". Os interessados em se desligar da empresa têm até o dia 17 para se inscrever.


Você sabia que o Jornal da Paraíba está no Facebook, Instagram, Youtube e Twitter? Siga-nos por lá. Encontrou algum erro? Entre em contato.