Economia e Negócios

Fundo de Investimentos Agrícolas ratifica interesse em projetos da Paraíba

Fundo de Investimentos no Desenvolvimento Agrícolaratificou o interesse em desenvolver projeto na Paraíba, pois pretende ampliar a atuação no Brasil.




Da Secom-PB

O Fundo de Investimentos no Desenvolvimento Agrícola – FIDA ratificou o interesse em desenvolver projeto na Paraíba, pois pretende ampliar a atuação no Brasil, voltada para o Nordeste e a região semi-árida. Foi o que assegurou o gerente de Programas para a América Latina, Ivan Cossio Cortez, ao secretário do Planejamento e Gestão, Franklin de Araújo Neto, em reunião ocorrida nesta segunda-feira, após participar de encontro com o secretário de Desenvolvimento Agropecuário e Pesca, Carlos Dunga.

Ele explicou que a carta-consulta da Paraíba foi bem elaborada e por isso foi aceita pela instituição. Uma equipe de cinco pessoas do FIDA encontra-se no estado até a próxima sexta-feira, dia 17, visitando órgãos vinculados ao setor agropecuário, como a SEDAP, Emater, Emepa, Interpa, Empasa, Embrapa e INSA.

Em novembro próximo, a missão voltará ao estado para trabalho de campo e elaboração de um termo de referência, servindo de minuta de acordo entre o Governo do Estado e o Fundo de Investimentos no Desenvolvimento Agrícola. Este documento definirá os componentes, os projetos e os responsáveis institucionais por cada área. A SEPLAG será o órgão coordenador do programa e a SEDAP ficará como executora. A previsão é de que até o final de janeiro de 2009 seja elaborada a primeira versão do contrato.

A proposta estará adaptada ao Plano Estratégico de Desenvolvimento Paraíba 2020 e ao Plano Plurianual 2008/2011, que orientam as ações governamentais.

O secretário do Planejamento e Gestão, Franklin de Araújo Neto, disse que o governo do Estado tem interesse em acelerar a contratação deste financiamento porque é uma área prioritária da atual administração, preocupada em reduzir a pobreza rural. Ele observou que a Paraíba tem uma experiência bem sucedida, com o Projeto Cooperar, para o qual também se está pleiteando nova operação de crédito junto ao Banco Mundial.

A proposta visa atender mais de 191 mil pessoas de 55 cidades do Cariri, Seridó e Curimataú, em 2009, com recursos da ordem de US$ 40 milhões (67,6 milhões de reais) do Fundo de Fundo de Investimentos no Desenvolvimento Agrícola (Fida), das Nações Unidas, para projeto de financiamento de inclusão social na Paraíba. Metade dos recursos será assumida pelo próprio Governo do Estado e os outros 50% serão de responsabilidade da agência financiadora. A finalidade apoiar a agricultura familiar e fortalecer o desenvolvimento rural, com oportunidades de emprego, trabalho e de renda junto às comunidades rurais mais carentes.


Você sabia que o Jornal da Paraíba está no Facebook, Instagram, Youtube e Twitter? Siga-nos por lá. Encontrou algum erro? Entre em contato.