Economia e Negócios

CNI e Sebrae investem R$ 6,3 milhões em projetos na Paraíba e 15 estados

Programa de Apoio à Competitividade das Micro e Pequenas Indústrias beneficiarão 900 empresas.




Ao longo de 2019, cerca de 900 empresas da Paraíba e mais 15 estados devem ser beneficiadas por projetos coletivos do Programa de Apoio à Competitividade das Micro e Pequenas Indústrias (Procompi), iniciativa da Confederação Nacional da Indústria (CNI) e do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresa (Sebrae). A estimativa é que as instituições invistam R$ 6,3 millhões nas ações, que buscarão solucionar desafios comuns a negócios do mesmo ramo, em regiões específicas.

Ainda é possível participar dos projetos, que estão em fase de cadastro de interessados. Neste ano, 12 setores têm projetos aprovados, que são executados pelas federações estaduais das indústrias e núcleos regionais do Sebrae e têm duração de um ano. Cada ação reúne entre 15 e 20 empresas.

“Nosso objetivo é apoiar indústrias de pequeno porte a melhorar seu desempenho por meio de consultorias e capacitação. Cada projeto é desenhado para atender a demanda de um setor específico”, explica Suzana Peixoto, coordenadora do Procompi pela CNI.

JP e CG 

A possibilidade de personalizar os projetos dá ao Procompi a capacidade de atender, simultâneamente, setores e regiões com realidades distintas. Nas regiões metropolitanas de João Pessoa e Campina Grande, serão 20 vagas no setor da Tecnologia da Informação.

Ainda entre os 48 projetos aprovados para este ano, estão incluídos uma ação para desenvolver a indústria cerâmica da Zona da Mata e do Agreste de Alagoas; qualificar empresários em produção enxuta para diminuir desperdícios na produção de plástico no Vale dos Sinos, no Rio Grande do Sul; e oferecer consultoria em design thinking para indústrias de bebidas em Curitiba, no Paraná. Todas as regiões do país têm ações previstas, nos setores de cerâmica, gráfico, alimentos e bebidas, têxtil, panificação e madeira e móveis.

Para mais detalhes, as empresas devem buscar as federações de indústrias ou os núcleos regionais do Sebrae de seu Estado. Os contatos estão no site do Procompi. Os interessados devem ficar atentos aos setores e as regiões antendidas por esta rodada de projetos. diferentes, como cerâmica, gráfico, alimentos e bebidas, têxtil, panificação e madeira e móveis.


Você sabia que o Jornal da Paraíba está no Facebook, Instagram, Youtube e Twitter? Siga-nos por lá. Encontrou algum erro? Entre em contato.